PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Roger fala em partida "quase perfeita" e comemora vaga do Palmeiras

O técnico Roger Machado na partida entre Boca Juniors e Palmeiras - AFP PHOTO / JUAN MABROMATA
O técnico Roger Machado na partida entre Boca Juniors e Palmeiras Imagem: AFP PHOTO / JUAN MABROMATA

Do UOL, em São Paulo

26/04/2018 00h22

Roger Machado foi contido, mas comemorou a classificação do Palmeiras para a fase de mata-mata da Libertadores após a vitória contra o Boca Juniors em plena La Bombonera. O comandante destacou que a ideia era fazer um jogo "quase perfeito" para conseguir o resultado. Veja os gols da vitória palmeirense.

Ele ainda destacou que sua equipe conseguiu ir bem na tática, na técnica e no físico e neutralizou os pontos fortes dos argentinos. Os gols do triunfo de 2 a 0 foram de Keno e Lucas Lima.

"Como equipe, eu entendia que precisava fazer uma partida quase que perfeita para vencer o Boca em casa. O ponto alto da vitória hoje, a pontuação que nos da classificação, foi neutralizar os pontos fortes do Boca, ter o controle da posse de bola. A gente entendia que poderia usar as costas dos três volantes do adversário", analisou.

"Foi um jogo de altíssimo nível. Taticamente e tecnicamente e até fisicamente. A confiança dos atletas em reproduzir a estratégia. Para mim, foi determinante para conseguir vencer. Jogo seguro, sem permitir que o Boca dominasse. Com contra-ataque e posse", completou.

Com 10 pontos em quatro jogos, o Palmeiras precisa de mais uma vitória para garantir a primeira colocação sem depender de nenhum outro resultado. A vaga no mata-mata já está garantida.

Futebol