PUBLICIDADE
Topo

Futebol

'O mais importante é que passamos', diz Zé Ricardo após vaga do Vasco

Técnico Zé Ricardo concede coletiva após jogo com o Jorge Wilstermann - Carlos Gregório Júnior / Flickr do Vasco
Técnico Zé Ricardo concede coletiva após jogo com o Jorge Wilstermann Imagem: Carlos Gregório Júnior / Flickr do Vasco

Do UOL, no Rio de Janeiro

22/02/2018 01h17

O técnico Zé Ricardo admitiu o desempenho ruim do Vasco na sofrida classificação em Sucre (BOL), ao ser goleado por 4 a 0 para o Jorge Wilstermann (BOL) no tempo normal e vencer somente na disputa de pênaltis por 3 a 2, com o goleiro Martín Silva pegando três cobranças, mas mesmo assim preferiu enaltecer a vaga para a fase de grupos, onde ingressará na “chave da morte” com Cruzeiro, Racing (ARG) e Universidad de Chile (CHI).

“Jogamos muito pouco o primeiro tempo. No segundo equilibramos, mas eles chegaram ao quarto gol. É Libertadores. Eram dois jogos e o mais importante é que passamos para a fase de grupo”, disse.

O treinador vascaíno fez questão de elogiar o pressionado técnico adversário Álvaro Peña, que colocou o Jorge Wilstermann para o ataque.

“Ele (Álvaro Peña) montou um time organizado hoje, com bolas verticais em cima do Serginho, dois atacantes na área. Jogar na altitude não é fácil, tínhamos muito meninos jogando pela primeira vez. Levar dois gols em sete minutos desequilibra", declarou.

O Cruzmaltino inicia sua caminhada na fase de grupos da competição dia 13 de março, em São Januário, contra os chilenos da La U. Em seguida enfrenta Cruzeiro (fora), dia 4/4; Racing (fora), dia 19/4; Racing (casa), dia 26/4; Cruzeiro (casa), dia 2/5; e Universidad de Chile (fora), dia 22/5.

Futebol