PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Renato diz que renovação com o Grêmio deve ficar para depois do Mundial

Renato Gaúcho comemora a conquista da Libertadores pelo Grêmio - REUTERS/Agustin Marcarian
Renato Gaúcho comemora a conquista da Libertadores pelo Grêmio Imagem: REUTERS/Agustin Marcarian

Jermias Wernek

Do UOL, em Lanús (Argentina)

30/11/2017 01h19

Com contrato com o Grêmio só até o final de 2017, Renato Gaúcho ainda não quer saber de conversas sobre a renovação. Logo depois de conquistar o tricampeonato da Libertadores nesta quarta-feira (29), com vitória por 2 a 1 sobre o Lanús na Argentina, o treinador afirmou que as tratativas devem ficar para depois do Mundial de Clubes, que será disputado em dezembro.

Veja os melhores momentos da partida

 

"Eu sempre falei que estava esperando terminar a Libertadores. Falei para ele (o presidente gremista, Romildo Bolzan). Não foi questão de me valorizar. Minha cabeça estava totalmente ligada à competição. Graças a Deus, eu levei", disse Renato.

"Agora a gente conversa, vai ter tempo. Quem sabe começamos a conversar lá em Dubai (cidade onde será disputada o Mundial, nos Emirados Árabes Unidos). Hoje, tomo a liberdade de falar para a diretoria, estou me dando três dias de folga, estou precisando. Um abraço para vocês, deixa eu curtir com minha família e meus amigos. Somos tri!", despediu-se.

Campeão como jogador e agora também como técnico da Libertadores, Renato ainda levou o prêmio de melhor treinador da competição. Em entrevista coletiva, ele ainda brincou ao "declarar" feriado em Porto Alegre nesta quinta-feira.

Futebol