PUBLICIDADE
Topo

Futebol

"Prefiro pegar um argentino a enfrentar altitude", avalia meia do Grêmio

Giuliano tenta jogada em confronto do Grêmio com Toluca, pela Libertadores - Lucas Uebel/Grêmio
Giuliano tenta jogada em confronto do Grêmio com Toluca, pela Libertadores Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

19/04/2016 23h48

Giuliano foi claro ao avaliar as chances do Grêmio nas oitavas de final da Libertadores. Depois da vitória sobre o Toluca, nesta terça-feira (19), o armador disse que prefere encarar um argentino a ter a altitude pela frente. 

"O River [Plate, adversário atual] tem muita tradição e se equivale ao Grêmio. Eu prefiro pegar um time argentino do que ter que jogar na altitude novamente. Mas não podemos escolher adversário", disse Giuliano.
 
O Grêmio encarou altitude duas vezes na primeira fase da Libertadores. Perdeu para o Toluca com 2,6 mil metros acima do nível do mar no México e venceu a LDU com 2,8 mil metros acima do nível do mar em Quito. 
 
É improvável um rival que use altitude. Com a vitória por 1 a 0 desta terça, o Grêmio chegou a 11 pontos e deixou o Toluca com 13. Virou a melhor campanha entre os vice-líderes e pode perder um posto apenas no complemento da rodada. Dificilmente teria o Toluca pela frente novamente. 
 
Outro rival que poderia pintar no caminho seria o The Strongest. Mas os bolivianos precisam vencer o São Paulo e ainda contar que o River Plate não vença o Trujillanos. 
 
Antes de pensar nas oitavas da Libertadores, porém, o Grêmio irá encarar dois duelos com o Juventude pelo Campeonato Gaúcho. O primeiro jogo será em Caxias do Sul, na quinta-feira. 
 

Futebol