PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Golaços, show de expulsões e altitude; veja como começou a Libertadores

Emelec supera jogadores expulsos - AP Photo/Luis Hidalgo - AP Photo/Luis Hidalgo
Imagem: AP Photo/Luis Hidalgo

Do UOL, em São Paulo

18/02/2015 06h00

A principal competição da América do Sul teve início da fase de grupos nesta terça-feira. E, em apenas quatro jogos, a Libertadores já teve uma rodada cheia de histórias.

Veja abaixo tudo que aconteceu:

Golaços

De fora da Libertadores desde 2003, o Racing voltou em grande estilo. Com uma goleada sobre o Deportivo Táchira por 5 a 0 fora de casa e um festival de golaços. Teve belos chutes e até uma letra. Bou foi um dos destaques da partida ao sair do jogo com três gols feitos.


Futebol americano

Não bastava tomar 5 em casa logo na estreia na fase de grupos. Quando o Deportivo Táchira teve a oportunidade de diminuir a diferença, Rojas deu um chute em uma cobrança de pênalti para dar inveja a qualquer jogador de futebol americano.


Sofrimento com altitude

Anderson sofre na altitude - Reprodução/Fox Sports - Reprodução/Fox Sports
Imagem: Reprodução/Fox Sports


E a tradicional discussão sobre altitude na Libertadores já pegou um clube brasileiro logo na estreia dos grupos. O Inter foi até La Paz para tentar superar o The Strongest e perdeu por 3 a 1. Anderson, que veio do Manchester United, pediu até oxigênio no banco de reservas.

Festival de vermelho

Festival de expulsões marcam jogo do Zamora - AP Photo/Matilde Campodonico - AP Photo/Matilde Campodonico
Imagem: AP Photo/Matilde Campodonico


Com 20 minutos da etapa inicial, o primeiro cartão vermelho da Libertadores na fase de grupos já tinha sido dado. E foi neste ritmo que Wanderers e Zamora seguiram os 90 minutos com cinco expulsões. Pior para os venezuelanos que perderam três atletas e sofreram três gols na vitória uruguaia por 3 a 2. A rodada ainda teve outras três expulsões nos demais jogos, incluindo Nilmar, do Inter.

Superação



Estar com dois a menos e fora de casa. O cenário da estreia não poderia ser pior para a estreia do Emelec na fase de grupos. Mas, quem se importa? Os equatorianos ignoraram tudo isso e venceram o Universidad do Chile por 1 a 0.

 

Futebol