PUBLICIDADE
Topo

Futebol

O jogo da discórdia: Inter atua em Novo Hamburgo contrariado pela FGF

Odair Hellman comanda o Internacional em mais uma partida de Campeonato Gaúcho - Ricardo Duarte/Inter
Odair Hellman comanda o Internacional em mais uma partida de Campeonato Gaúcho Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

DO UOL, em Porto Alegre

25/02/2018 04h00

O Internacional não queria jogar contra o São Luiz em Novo Hamburgo. Mas não teve escolha. Neste domingo (24) será o estádio do Vale que receberá a partida pela nona rodada do Gauchão a partir das 17h (de Brasília). E isso gerou muita polêmica.

A razão para reclamação do Inter é simples: precisou sair de sua casa em razão de outra mudança na tabela, da qual não participava diretamente. O jogo com São Luiz seria naturalmente disputado no sábado, e ciente disso o Colorado cedeu o Beira-Rio para início da montagem do palco do show de Phil Collins a partir de domingo. O evento musical ocorre na terça-feira.

Porém, a Federação Gaúcha de Futebol atendeu pedido do Grêmio e alterou a partida do Tricolor de domingo para sábado. Por isso, precisou também transferir o confronto do Inter - pelo fato de a cidade de Porto Alegre não dar condições de segurança para dois jogos no mesmo dia e também por imposição da transmissão de televisão.

Com isso, o Inter teve que atuar fora de casa - o que gerou revolta de jogadores e dirigentes. "Eu só quero falar uma coisa: não quero ser prejudicado. Quero jogar no meu estádio. Tenho estádio, tenho campo, estrutura boa. Quero jogar todos os mandos do Inter no Beira-Rio. Não quero sair do Beira-Rio. Eu mereço jogar no Beira-Rio. Cada um gosta muito de olhar o seu umbigo, eu acho legal isso, cada um procura o melhor para o seu time, planejamento para conquistar um objetivo que se tem", reclamou D'Alessandro.

"Mas eu não quero sair do meu estádio. Isso é uma ideia nossa, do grupo, queremos jogar no Beira-Rio. Merecemos isso. Não pode mudar nosso mando de campo. Se existe isso, e eu sei que poderia existir, ter que sair para o jogo com São Luiz, não aceito. O campeonato está organizado, ou não está e o futebol não está evoluindo como achamos que deveria evoluir. Deixamos de ver bons espetáculos, de dar isso para o torcedor, mas em termos de organização também. Assim é complicado", completou.

E as palavras dele foram reforçadas durante depois do último jogo. O vice de futebol, Roberto Melo, falou forte contra as atitudes da Federação Gaúcha de Futebol.

"Não há o mesmo critério. Ano passado pedimos, e era um pleito por conta de um fato incomum, não conseguimos que a Federação nos atendesse. Neste ano, mesmo causando prejuízo ao Inter, financeiro e técnico, a Federação remarcou uma data que afeta o nosso jogo. O direito do Grêmio é legítimo, apesar de o jogo estar marcado desde dezembro", disse o dirigente.

"Mas neste momento houve a sensibilidade. Quando nós solicitamos, não houve. Essa diferenciação nos incomoda e preocupa. Ano passado também tivemos dificuldades para classificar, não lembro nenhuma declaração do presidente dizendo que seria uma catástrofe e uma tragédia, um desastre o Inter não passar. Acho até um desrespeito com os times do interior dizer isso. Todos os times estão brigando, e muito. Essas coisas incomodam e preocupam", concluiu o vice do Colorado.

De pouco adiantou. Neste domingo, o jogo da discórdia será disputado pelos reservas do Inter. Wellington Silva é atração em campo. Os titulares voltam na quinta-feira diante do Cianorte pela Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL X SÃO LUIZ

Data e hora: 25/02/2018 (Domingo), às 17h (Brasília)
Local: estádio do Vale, em Novo Hamburgo (RS)
Transmissão na TV: RBS TV e PPV
Árbitro: Erico Andrade
Auxiliares: Luiz Naujorks Reis e Gustavo Marin Schier

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Ruan, Rodrigo Moledo, Thales e Uendel; Charles, Gabriel Dias, Nico López (Juan Alano), Camilo e Wellington Silva; Roger.
Técnico: Odair Hellmann

SÃO LUIZ: Jonatas; Maicon, Tairone, Ricardo Thalheimer e Márcio Goiano; Henrique, Prill e Gustavo Xuxa; Éder, Michel e Hugo Sanches.
Técnico: Paulo Henrique Marques

Futebol