PUBLICIDADE
Topo

Futebol

"Saiu a Arena, o mundo das minhas costas", diz Jael após 1º gol no Grêmio

Jael disputa bola em jogo do Grêmio contra o Novo Hamburgo na Arena - Lucas Uebel/Grêmio
Jael disputa bola em jogo do Grêmio contra o Novo Hamburgo na Arena Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

24/02/2018 21h03

Jael, enfim, marcou um gol. Contratado pelo Grêmio em fevereiro do ano passado, ele ainda passou, ao todo, um ano e três meses sem balançar a rede adversária. E neste sábado (24) fez o terceiro gremista no 3 a 0 sobre o Novo Hamburgo. Depois do jogo, vibrou e agradeceu.

"Saiu a Arena, o Mundo todo das minhas costas. Agradecer a Deus pela partida, mais ainda pelos três pontos, por todos terem saído sem lesão. Deus me honrou e honrou a nós com os três pontos. Agora é descansar e esperar o próximo jogo", disse Jael.

E não foi por falta de tentativa. Durante o jogo, o comandante de ataque já tinha passado perto várias vezes. Na última quarta, também, acertou a trave na decisão da Recopa. O jejum superior a um ano, mesmo que seis meses tenha sido de recuperação de uma lesão ligamentar no joelho, teve fim em uma cobrança de pênalti.

"Incomodava bastante (a seca) porque em todos os clubes que eu passei nunca fiquei tanto sem fazer gol. Três ou quatro jogos no máximo, agora... É muito trabalho, dedicação e somente agradecer a Deus", explicou.

Jael não fez só o gol, deu as duas assistências para os demais gols do Grêmio na partida, um de Thonny Anderson e outro de Michel.

"A torcida via meu esforço, minha dedicação, sei que posso ajudar, sei que estou devendo e muito. É o primeiro gol só. Então, eles vão cobrar. É agradecer. Eles, como eu, estavam torcendo para o gol sair", finalizou.

O Grêmio chegou aos sete pontos e deixou a zona de rebaixamento do Campeonato Gaúcho. Na terça, o time tricolor estreia na Libertadores contra o Defensor, do Uruguai.

Futebol