PUBLICIDADE
Topo

Futebol

D'Alessandro protesta contra mudanças no Gauchão: "Assim é complicado"

Meia do Inter, D"Alessandro reclamou das mudanças no Campeonato Gaúcho - Ricardo Duarte/Inter
Meia do Inter, D'Alessandro reclamou das mudanças no Campeonato Gaúcho Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Do UOL, em Porto Alegre

19/02/2018 16h10

Uma mudança em jogo do Grêmio que pode esbarrar no Inter irritou o capitão colorado, D'Alessandro. Em entrevista coletiva, ele disse que não aceita que o jogo contra o São Luiz, no próximo final de semana, saia do Beira-Rio.

O contexto é o seguinte: o Grêmio pediu e foi atendido pela Federação Gaúcha de Futebol para alterar a data de sua partida contra o Novo Hamburgo no próximo final de semana. Seria domingo, mas será sábado. Tudo porque na terça-feira há o jogo contra o Defensor, no Uruguai.

Só que para isso, o jogo entre Inter e São Luiz precisou fazer a alteração contrária. Seria, inicialmente, no sábado, mas passou para domingo. E com isso esbarra na montagem do palco para o show de Phil Collins, marcado para a próxima terça-feira.

"Eu só quero falar uma coisa: não quero ser prejudicado. Quero jogar no meu estádio. Tenho estádio, tenho campo, estrutura boa. Quero jogar todos os mandos do Inter no Beira-Rio. Não quero sair do Beira-Rio. Eu mereço jogar no Beira-Rio. Cada um gosta muito de olhar o seu umbigo, eu acho legal isso, cada um procura o melhor para o seu time, planejamento para conquistar um objetivo que se tem. Mas eu não quero sair do meu estádio. Isso é uma ideia nossa, do grupo, queremos jogar no Beira-Rio. Merecemos isso. Não pode mudar nosso mando de campo. Se existe isso, e eu sei que poderia existir, ter que sair para o jogo com São Luiz, não aceito. O campeonato está organizado, ou não está e o futebol não está evoluindo como achamos que deveria evoluir. Deixamos de ver bons espetáculos, de dar isso para o torcedor, mas em termos de organização também. Assim é complicado", reclamou.

O Grêmio também seria beneficiado pela possibilidade de usar titulares contra o Novo Hamburgo, no sábado. Se o jogo fosse domingo, fatalmente Renato Gaúcho pouparia seus principais jogadores para estreia na competição continental. E atualmente o Tricolor é lanterna na competição.

"Nem olhei a tabela do Gauchão. Não olhei, sei que a gente está em primeiro, sei que é junto com Brasil (de Pelotas), pelo saldo, e que hoje tem Ca-Ju (clássico entre Caxias e Juventude)", disse D'Ale.

Segundo informou a Federação Gaúcha de Futebol, a decisão para troca de datas foi tomada há aproximadamente 15 dias e está definida. O vice de futebol do Inter, Roberto Melo, explicou no último domingo que a montagem do palco para o show no Beira-Rio não irá afetar a realização do jogo. 

Não foi apenas esta mudança de data que aconteceu no Gauchão. O clássico Gre-Nal, marcado para a sexta rodada da primeira fase, seria disputado durante o Carnaval. No entanto, foi alterado para a última data da fase inicial, dia 11 de março. 

Futebol