PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Odair analisa 'jogo diferente' e vê saldo positivo em empate do Inter

Odair Hellmann, treinador do Inter, acredita que o empate do Inter foi positivo - Ricardo Duarte/Divulgação SC Inter
Odair Hellmann, treinador do Inter, acredita que o empate do Inter foi positivo Imagem: Ricardo Duarte/Divulgação SC Inter

Do UOL, em Porto Alegre

18/02/2018 19h36

Odair Hellmann elogiou a atuação do Inter no empate em 0 a 0 com o São Paulo-RS neste domingo (18). Segundo ele, o jogo teve características diferentes do que seu time está habituado e o ponto conquistado foi importante.

"Primeiro tempo, sim. O jogo teve menos bola no chão no primeiro tempo porque eles sabem usar este tipo de jogo. Usaram o vento. Quem está aqui sente a diferença. Foi um jogo de transferência, bola alta no zagueiro. Qualquer bola que sai na lateral vira um perigo de gol. Tentamos colocar a bola no chão, mas tivemos dificuldades. Foi um jogo diferente. No segundo tempo melhoramos, criamos duas ou três situações de gol, eles também tiveram. Dentro de uma situação toda, eles em casa, motivados, gramado, vento, somamos mais um ponto. O saldo é positivo", disse o comandante.

Além de um nível alto de concentração e um ponto, que manteve a liderança do campeonato mesmo que de forma momentânea, já que o Inter tem um jogo a mais que o vice-líder e dois a mais que o terceiro colocado, o treinador comemora dar ritmo a jogadores que se recuperam de lesão ou começam sua trajetória no clube. Casos de Wellington Silva, Uendel e Rodrigo Moledo.

"Estamos restabelecendo ritmo de alguns e demos oportunidade. Um primeiro tempo muito mais difícil porque eles estiveram a favor do vento. É claro que gostaríamos de ter ganho, mas o saldo é positivo por tudo que fizemos aqui", afirmou.

Citadas nas palavras dos atletas ao deixarem o campo, adversidades de gramado e vento também foram presentes nas manifestações de Odair.

"Vira um jogo de transferência, bola longa, nós, como todo, tivemos mais dificuldades porque o jogo impôs isso. O positivo é que se você não vem concentrado e comprometido com o jogo, tem muito mais dificuldade ainda. É ressaltar o lado positivo, a concentração, e a dificuldade natural em colocar a bola no chão. Conseguimos mais e as situações reais conseguiram", explicou.

O Inter, agora, se prepara para enfrentar o Remo, no Pará, na próxima quarta-feira pela Copa do Brasil.

Futebol