PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Vasco não resiste à altitude e é derrotado pela LDU na Sul-Americana

Wagner recebe a marcação de Anderson Julio no jogo entre LDU e Vasco - AP Photo/Dolores Ochoa
Wagner recebe a marcação de Anderson Julio no jogo entre LDU e Vasco Imagem: AP Photo/Dolores Ochoa

Do UOL, no Rio de Janeiro

25/07/2018 21h23

Assim como aconteceu na Libertadores, quando foi goleado por 4 a 0 para o Jorge Wilstermann na Bolívia, o Vasco novamente encontrou dificuldades para lidar com a altitude de 2.800 metros e foi derrotado pela LDU, em Quito (EQU), por 3 a 1, nesta quarta-feira, no jogo de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana - confira os gols.

O gol marcado fora de casa, porém, serviu como um pouco de alento para os cariocas, já que com uma vitória por 2 a 0, dia 9 de agosto, em São Januário (RJ), eles avançam para a próxima fase, onde enfrentarão o vencedor do duelo entre Deportivo Cali (COL) e Bolívar (BOL).

Anangonó vira o terror do Vasco

Juan Anangono comemora gol da LDU diante do Vasco, pela Copa Sul-Americana - AFP PHOTO / RODRIGO BUENDIA - AFP PHOTO / RODRIGO BUENDIA
Imagem: AFP PHOTO / RODRIGO BUENDIA

Grandalhão, o atacante da LDU foi um terror para a defesa do Vasco. Levando a melhor nas bolas aéreas e nas divididas em função de seu porte físico, fez dois gols de cabeça, sendo o último aos 41 minutos do segundo tempo, e fez com que a situação do Cruzmaltino ficasse mais complicada na competição.

Ricardo em noite para se esquecer!

Assim como já havia acontecido na goleada sofrida na Bolívia para o Jorge Wilstermann, por 4 a 0, na Libertadores, o zagueiro Ricardo novamente demonstrou ter dificuldades em lidar com a altitude. No segundo gol sofrido, o jovem falhou feio ao perder a bola em uma jogada boba. No terceiro, deixou Anangonó se antecipar e cabecear. 

Henríquez faz sua estreia como titular

O zagueiro colombiano que veio do Sport fez seu primeiro jogo como titular mas, assim como todo o sistema defensivo, não foi bem e cedeu muitos espaços. Ele havia feito sua estreia pelo Vasco no último domingo, quando entrou no segundo tempo da vitória sobre o Grêmio pelo Campeonato Brasileiro.

LDU se aproveitou dos primeiros minutos

Os equatorianos utilizaram bem a estratégia de sufocar o Vasco, se beneficiando da altitude, no início do jogo, quando os cariocas ainda tentavam se adaptar ao clima. Abriram 2 a 0, mas diminuíram o ritmo e sofreram o gol no segundo tempo, após pênalti sofrido por Kelvin que Thiago Galhardo cobrou bem e converteu. No fim, porém, Anangonó balançou a rede de novo e deu a vitória confortável para a LDU.

Sistema defensivo do Vasco falha

Em termos ofensivos o Vasco até foi bem, controlando a bola e tentando chegar ao gol adversário, mas o sistema defensivo foi muito falho, dando espaços e promovendo erros individuais que se tornaram cruciais.

Pablo Repetto inteligente

O treinador da LDU foi inteligente e explorou bem as bolas aéreas já que seu time era mais alto que o do Vasco. Os cruzamentos sempre buscavam Anangonó.

Jorginho escala time sem atacante

Jogadores do Vasco comemoram gol de Thiago Galhardo contra a LDU - Carlos Gregório Júnior / Vasco da Gama - Carlos Gregório Júnior / Vasco da Gama
Imagem: Carlos Gregório Júnior / Vasco da Gama

O treinador não teve a melhor das opções ao colocar em campo um time sem nenhum atacante. O Vasco sentiu muito a falta disso quando saiu de campo no primeiro tempo derrotado por 2 a 0. Na etapa final a equipe teve uma sensível melhora quando Andrés Rios, centroavante do ofício, entrou.

Poupados

Considerando o desgaste físico após três partidas disputadas na semana passada, o técnico Jorginho optou por poupar três titulares nesta quarta-feira: o artilheiro Yago Pikachu, o volante Desábato e o zagueiro Breno

Conhecido

Atuou pela LDU o volante Orejuela, que até o ano passado defendeu o Fluminense no Brasil.

Fidalguia entre as diretorias

Na noite anterior à partida, as diretorias de Vasco e LDU se reuniram para um amistoso jantar em Quito onde trocaram gentilezas.

Quer ver como foi a saída do Vasco do hotel?

O Vasco registrou a saída do hotel onde ficou concentrado em Quito rumo ao estádio Rodrigo Paz Delgado:

Retorno imediato

O Vasco retornará ao Brasil imediatamente após a partida contra a LDU. O voo fretado está previsto para à 0h30 (horário de Quito) e a delegação irá direto para Brasília, onde no domingo encara o Corinthians pelo Campeonato Brasileiro. A chegada no Distrito Federal está prevista para às 9h (horário local). 

LDU 3 X 1 VASCO
Local: 
Rodrigo Paz Delgado, em Quito (EQU)
Data/hora: 25/7/2018 - 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Juan Soto (VEN)
Auxiliares: Elbis Gomez (VEZ) e Lubin Torrealba (VEN)
Cartões amarelos: Guerrero, Jhohan Julio (LDU); Ricardo (VAS)
Cartões vermelhos: Nenhum
Gols: Anangonó, aos 7 minutos do primeiro tempo (LDU); Jhojan Julio, aos 19 minutos do primeiro tempo (LDU); Thiago Galhardo, aos 8 minutos do segundo tempo (VAS); Anangonó, aos 41 minutos do segundo tempo (LDU)

LDU
Gabbarini, Quintero, Guerra, Salaberry e Chalá; Orejuela e Vega (Rodríguez); Anderson Julio, Johan Julio (Borja) e Guerrero; Anangonó.
Técnico: Pablo Repetto

Vasco
Martin Silva, Luiz Gustavo, Ricardo, Henríquez e Henrique; Andrey e Bruno Cosendey (Raul); Wagner, Giovanni Augusto (Andrés Rios) e Kelvin (Paulo Vitor); Thiago Galhardo
Técnico: Jorginho

Futebol