PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Coritiba enfrenta rival com orçamento 7 vezes menor na Copa do Brasil

Forner também foi promovido com garotos da base: orçamento com novas prioridades - Comunicação CFC
Forner também foi promovido com garotos da base: orçamento com novas prioridades Imagem: Comunicação CFC

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

21/02/2018 17h00Atualizada em 22/02/2018 13h19

O ano não é dos mais fáceis para o Coritiba, e as queixas são frequentes por parte da nova diretoria por conta da situação financeira do clube. Houve redução nos aportes de patrocinadores, na nova negociação da TV e, principalmente, um rombo herdado após a queda para a Série B do Campeonato Brasileiro. “São R$ 20 milhões de obrigações apenas de 2017”, disse o presidente Samir Namur. A situação fez o clube montar uma estratégia para o começo do ano: apostar muito na base e fazer poucas contratações.

Apesar disso, o Coxa terá um choque de realidade ao entrar em campo em Uberlândia, contra o time da casa, nesta quinta-feira (22) às 21h30: o orçamento para o futebol do clube, definido pelo Conselho Deliberativo em R$ 1,35 milhão quase sete vezes maior que o estimado mensal do Uberlândia, cerca de R$ 200 mil.

“Sabemos que avançando paga ao menos três meses somando todas as despesas. Isso realmente tira um grande peso das equipes de menor porte, né?”, disse o zagueiro do Uberlândia Bruno Costa, que passou nas categorias de base do Coxa na década passada, atuando ao lado de nomes como Marlos, hoje no Shakhtar Donetsk da Ucrânia e Pedro Ken, ex-Cruzeiro. “A expectativa é boa, o clube não conseguia entrar há anos em uma competição nacional e agora chegamos a uma inédita segunda fase de Copa do Brasil”, concluiu.

Apesar das diferenças, ambos perseguem o mesmo prêmio: R$ 1,4 milhão para estarem na terceira fase. O bolo para o Coxa seria maior se o clube não estivesse na Série B nessa temporada. Os clubes do Grupo A faturaram R$ 1,4 milhão já nesta fase, contra os 600 mil que os dois times deste duelo receberam. A eliminatória simples se encerra em Uberlândia mesmo, com decisão nos pênaltis em caso de empate.

O técnico Sandro Forner terá um reforço de última hora no Coritiba: o atacante Pablo, oriundo do Atlético-MG, que teve a documentação regularizada. Ele viajou com a equipe e será o primeiro dos reforços recentes a estrearem. O zagueiro Alan Costa e o meia argentino Fabrício Alvarenga ainda irão esperar uma nova chance. “O meu objetivo nesse semestre é chegar, buscar meu espaço, procurar fazer mais jogos do que fiz no outro ano. O objetivo maior é voltar à Série A. Tem que olhar lá no fim do ano e falar: subimos”, disse Alan em sua apresentação. Até que eles e quem mais chegar – dentro do teto do orçamento – possam jogar, caberá às revelações do Coxa a missão de ir levando o time o mais longe possível na Copa.

UBERLÂNDIA-MG X CORITIBA

Data: 22 de fevereiro de 2018, quarta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Motivo: 2ª fase da Copa do Brasil
Local: Parque do Sabiá, em Uberlândia (MG)

Árbitro: Vinicius Goncalves Dias Araujo (SP)
Auxiliares: Herman Brumel Vani e Gustavo Rodrigues de Oliveira (ambos de SP)

Uberlândia: Clébão, Cesinha, Mauro, Ferron e Rafael Estevam; João Paulo, Márcio Goiano e Daniel; Eliomar, Tony e Jarlan. Técnico: Zé Teodoro.

Coritiba: Wilson; Marcos Moser, Thalisson Kelven, Romércio e William Matheus; Júlio Rusch, Vitor Carvalho, Iago Dias e Thiago Lopes (Kady); Guilherme Parede e Alecsandro. Técnico: Sandro Forner.

Futebol