PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Apoio do lado de fora e treino secreto: o dia do Cruzeiro antes da decisão

Seis jogadores do Cruzeiro foram de encontro aos torcedores na porta da Toca - Cruzeiro/Divulgação
Seis jogadores do Cruzeiro foram de encontro aos torcedores na porta da Toca Imagem: Cruzeiro/Divulgação

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

22/08/2017 17h08

Assim como aconteceu no Rio Grande do Sul, durante o treinamento do Grêmio, a última atividade do Cruzeiro antes da semifinal da Copa do Brasil foi de portões fechados na Toca da Raposa. Nesta tarde de terça-feira, os profissionais da imprensa só puderam ver o aquecimento dos jogadores, aumentando o mistério de Mano Menezes sobre a equipe que levará ao campo para tentar a virada e classificação para a grande final. Antes da atividade, os atletas ainda receberam o apoio de alguns torcedores que compareceram ao CT.

Para o jogo desta quarta, mais de 50 mil pessoas já estão confirmadas no Mineirão. Antes do último treinamento, membro de algumas torcidas organizadas compareceram à porta da Toca da Raposa levando mensagens de incentivo para prestar apoio aos jogadores antes do jogo do ano. Henrique, Léo, Rafael, Lucas Romero, Robinho e Thiago Neves foram de encontro aos torcedores e prometeram dedicação nos 90 minutos.

"Pode ter certeza de que vamos fazer o melhor para conseguir a classificação. Estamos juntos nessa luta para vencer. Vamos deixar tudo dentro de campo", comentou o volante e capitão Henrique.

Já com os portões fechados, Mano aumentou o mistério sobre o time que começará a partida. São três dúvidas em três setores distintos. Lucas Romero se recuperou de uma entorse no tornozelo, mas ainda não está confirmado para a lateral direita. Por isso, Ezequiel fica com o alerta ligado. No meio, Lucas Silva e Hudson brigam pela vaga ao lado de Henrique. Já no ataque, o garoto Raniel, que acabou virando o xodó do time nas últimas partidas, tem chances de desbancar Rafael Sóbis, em baixa, e começar como titular.

Cruzeiro e Grêmio duelam às 21h45 desta quarta-feira. Para se classificar, a equipe mineira precisa vencer por pelo menos dois gols de diferença. Qualquer outro resultado dará a vaga para o time gaúcho, com exceção de um 1 a 0 favorável à Raposa, que levará a decisão para os pênaltis. Na outra chave, Flamengo e Botafogo jogam no mesmo horário, no Maracanã. Na ida, empate sem gols no Engenhão.

Futebol