PUBLICIDADE
Topo

Série B - 2019

Palmeiras pode atingir pontuação de acesso em quatro rodadas

Gustavo Franceschini

Do UOL, em São Paulo

22/09/2013 06h00

O Palmeiras venceu quatro de seus seis últimos jogos, amplia sua vantagem para os rivais a cada rodada e, com isso, permite ao torcedor sonhar com mais uma sequência arrasadora. Se vencer os próximos quatro compromissos, a equipe de Gilson Kleina vai chegar a 67 pontos, número considerado suficiente para garantir o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro.

A vaga na primeira divisão, porém, demoraria um pouco mais. No formato atual da Série B, com 20 times e em pontos corridos, somente no ano passado o quarto colocado do torneio teve de fazer mais do que 67 pontos para subir – o Vitória terminou a competição com 71.

Desde 2006, quando o atual formato foi implantado, a equipe que soma ao menos 67 pontos costuma garantir seu acesso. Mais que isso, esse é o número que costuma carimbar o acesso das equipes à Série A. Campeões em suas passagens pela segunda divisão, Atlético-MG (2006), Portuguesa (2011) e Coritiba (2010) subiram exatamente no jogo em que atingiram essa marca. Todos esses, porém, o fizeram a partir da 32ª rodada, quando restam poucos pontos em disputa e a vantagem para o quinto colocado pode ser concretizada.

Fazer 67 pontos, portanto, pode ser a fórmula mágica para o Palmeiras nas próximas rodadas. Para chegar lá em tempo recorde, o clube precisa bater América-RN (em casa), Oeste e ABC (ambos fora), todos ameaçados pelo rebaixamento, e encerrar a sequência contra o Figueirense, no Pacaembu.

Com essa marca, em teoria, o acesso do Palmeiras seria questão de tempo. Tirar isso do campo teórico dependeria do desempenho dos times que ainda sonham com o G-5. Hoje a diferença para o Icasa, quinto colocado, é de 17 pontos. Subir na 28ª rodada, então, é impossível, já que em quatro jogos a diferença subiria para, no máximo, 29 pontos, com outros 30 ainda em disputa.

Toda essa matemática, porém, é tratada com indiferença por Gilson Kleina. O discurso do treinador é de que o Palmeiras vai tratar cada jogo separadamente. Ele não esconde, no entanto, que seria bom conquistar o acesso diante da torcida, no Pacaembu.

“Seria um grande momento. O torcedor nos deu apoio. Espero que seja assim sábado que vem e em todos os outros jogos. No G-4, fomos os únicos que ganharam nessa rodada. Se fizermos um bom resultado contra o América, depois nos dois jogos fora, quem sabe podemos ter um Pacaembu lotado [contra o Figueirense]”, disse o treinador.