PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Palmeiras mantém Pablo como opção, mas só avança se vender atacante

O atacante Pablo comemora após marcar pel o Atlético-PR sobre o Fluminense - HEULER ANDREY/DIA ESPORTIVO/ESTADÃO CONTEÚDO
O atacante Pablo comemora após marcar pel o Atlético-PR sobre o Fluminense Imagem: HEULER ANDREY/DIA ESPORTIVO/ESTADÃO CONTEÚDO

Danilo Lavieri e Napoleão de Almeida

Do UOL, em São Paulo

20/11/2018 04h00

O Palmeiras tem o centroavante Pablo, do Atlético-PR, em uma "lista de espera" de possíveis contratações para 2019. O clube, no entanto, só pretende avançar na compra do jogador se vender uma de suas opções para a posição.

Segundo o planejamento da diretoria alviverde, o setor está completo com Borja, Deyverson e Papagaio. Arthur Cabral, destaque do Ceará, foi contratado e aumenta para quatro as possibilidades de Felipão a partir de janeiro.

Ainda na avaliação do comando do clube, o setor não é o mais carente do elenco. A prioridade de momento é a contratação de um atleta que atue mais pelas pontas, com características parecidas com as de Dudu e Willian.

No Atlético-PR, Pablo teve seu contrato renovado recentemente até 2021 e não teria a sua saída facilitada. É provável que o clube curitibano inicie conversas pedindo ao menos a multa rescisória, que não teve o valor revelado. Aos 26 anos, ele está no Furacão desde as categorias de base e fez 16 gols em 46 jogos em 2018.

Deyverson e Borja, do Palmeiras (Foto: Getty Images) -  -
Atacantes custaram mais de R$ 50 milhões

Borja e Deyverson não são inegociáveis

Desde os tempos de Paulo Nobre, o Palmeiras tem por política que nenhum jogador é inegociável. É claro, no entanto, que os esforços por cada atleta variam de acordo com a sua importância no elenco.

Borja foi contratado por mais de R$ 30 milhões em 2017 e chegou como o reforço mais caro da história do clube. Ele conseguiu ser o artilheiro do time na Libertadores deste ano, mas ainda não convenceu a todos de que o investimento foi acertado. É provável que o Alviverde tope abrir conversas se receber uma proposta no mesmo patamar de sua compra.

A situação de Deyverson é semelhante. Embora tenha conquistado o rótulo de xodó de parte da torcida, o atacante pode ser vendido caso o Palmeiras receba uma proposta na casa dos R$ 20 milhões, a mesma quantidade paga ao Levante, da Espanha, por sua contratação.

Esporte