PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Atlético-PR terá remanescente da Era Diniz no gol contra o Botafogo

Alves nos tempos de Audax: indicação de Diniz no gol atleticano contra o Fogão - Rubens Cavallari/Folhapress
Alves nos tempos de Audax: indicação de Diniz no gol atleticano contra o Fogão Imagem: Rubens Cavallari/Folhapress

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

26/10/2018 16h46

O goleiro Felipe Alves será o titular do Atlético-PR contra o Botafogo, no jogo deste sábado (27) às 21h na Arena da Baixada. Com Santos suspenso, o goleiro indicado pelo ex-técnico Fernando Diniz assumirá a meta após 15 jogos na suplência. Ele atuou pela última vez contra o Vitória, na 16ª rodada, quando o Furacão fez 4 a 0.

“Vida de goleiro é complicada”, comentou ao site oficial do clube, “Sabemos que é mais difícil de jogar, ainda mais quando temos um goleiro de alto nível como é o Santos, que está atuando muito bem. Tenho essa consciência, mas sigo trabalhando forte todos os dias.” Alves foi uma das poucas indicações de Diniz como contratação do Atlético. Uma das razões da chegada dele ao clube foi a capacidade de jogar com os pés, já experimentada nas passagens do goleiro e do técnico por Audax, Oeste e Paraná, entre outros.

Os goleiros eram uma das grandes questões do Furacão quando dirigido por Fernando Diniz. Com a saída de Weverton para o Palmeiras, o clube inicialmente apostou em Santos, Felipe Alves e Rodolfo, que pediu rescisão e foi para o Fluminense. No Estadual, com os aspirantes, o atual técnico do time principal Tiago Nunes atuava com Caio, que foi emprestado para o Louletano, pequena equipe da II Divisão B de Portugal.

“Sempre disse que, independentemente de quem fosse jogar, o Atlético estaria bem servido de goleiro. Pela qualidade de treinamento, por tudo o que é feito no Clube. Então, estou tranquilo. Será um jogo difícil, com as duas equipes buscando a vitória. Mas se eu atuar, tenho que ter calma e colocar em prática tudo o que treinamos no dia a dia”, relatou Alves.

Esporte