PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Grêmio recebe convite, aproveita ida ao RJ e terá reunião com CBF

Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio fará visita à CBF na próxima sexta-feira - Lucas Uebel/Grêmio
Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio fará visita à CBF na próxima sexta-feira Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

26/09/2018 14h22Atualizada em 27/09/2018 21h09

O Grêmio terá uma reunião com a CBF na próxima sexta-feira, no Rio de Janeiro. O convite foi feito antes das recentes críticas do clube gaúcho ao calendário do futebol brasileiro e tentativa de antecipar jogo com o Fluminense, mas não terá assunto específico. O termo utilizado é 'visita de cortesia' e visa atualizar diálogo entre as partes.

O UOL Esporte apurou que o convite partiu de Rogério Caboclo, atual diretor executivo de gestão e presidente eleito para mandato de 2019 a 2023.

A princípio, a visita não irá tratar da possibilidade de liberação de Everton, chamado para amistosos contra Arábia Saudita e Argentina e, consequentemente, desfalque no jogo do Grêmio contra o Palmeiras. Mesmo assim, o clube gaúcho segue entendendo que há prejuízo. Ainda mais por ter sido o único time brasileiro com jogador convocado por Tite.

"Se nos cobram muitas vezes que o Grêmio não tem vontade de ganhar o Campeonato Brasileiro e a própria organizadora nos retira um jogador, e somente um brasileiro… Lá na Europa os campeonatos param. Aqui não para. A organização do futebol lá está muito mais avançada. No dia que o Everton não estiver, vamos enfrentar o Palmeiras. Quem é o Palmeiras? Nosso adversário direto na perspectiva de alongarmos, com possibilidade de ser campeão no Campeonato Brasileiro. Desequilibra? Claro que desequilibra. Quem organiza nos desequilibra e nós procuramos nos preservar para ficar vivo nos dois campeonatos", disse Romildo Bolzan Jr no último domingo, após vitória diante do Ceará.

A CBF procurou a direção do Grêmio antes das declarações do último final de semana e assegura que o convite não tem relação com as críticas recentes. O Grêmio esperou viagem ao Rio para fechar agenda. O clube desembarca em solo carioca na quinta e enfrenta o Flu, pela 27ª rodada do Brasileirão, no sábado.

A direção do Grêmio, inclusive, tentou antecipar a partida a ser realizada no estádio Nilton Santos. O Flu, mandante do jogo, não topou e o pedido sequer chegou a ser encaminhado à CBF. O argumento em ambos os lados, por razões diferentes, foi o mesmo: calendário.

O Grêmio já havia tentado remarcar a partida com o Paraná, mas não conseguiu. O jogo em Porto Alegre precedeu o início de duelo com o Atlético Tucumán-ARG, pelas quartas de final da Libertadores. Na próxima terça-feira, o time argentino visita o clube gaúcho.

Esporte