PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Paraná coloca duelo como Atlético-PR como marco para virada no Brasileirão

Claudinei Oliveira: "Não larguei, não vamos jogar a segunda divisão" - Geraldo Bubniak/Paraná Clube
Claudinei Oliveira: "Não larguei, não vamos jogar a segunda divisão" Imagem: Geraldo Bubniak/Paraná Clube

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

21/09/2018 10h58

Nada de jogar a toalha: no Paraná Clube, o Derby contra o Atlético-PR se transformou no marco para a virada do time no Campeonato Brasileiro. Último colocado com 16 pontos, 12 a menos que a Chapecoense, primeira equipe fora da Zona de Rebaixamento, o Tricolor quer iniciar a reação a partir do duelo com o vizinho, restando 13 rodadas para acabar o campeonato.

“Não larguei, não acho que nós vamos jogar a segunda divisão. A gente não jogou a toalha, continua trabalhando”, disse o técnico Claudinei Oliveira, “Desde que eu cheguei aqui eu tenho passado que todos os jogos são decisões. Por ser um clássico na casa do rival, com a vitória, o ânimo se joga lá em cima. A gente não pode aceitar essa situação. Tem mostrar esse incômodo em campo, não só com palavras.”

O time não vence há 11 jogos, desde que fez 1 a 0 no América-MG na Vila Capanema, na 14ª rodada. “A gente precisa ganhar a primeira para tirar esse peso das costas dos atletas”, disse Claudinei. Pela frente, um tabu: há 10 anos que o Paraná não derrota o Atlético jogando na Arena da Baixada. Desde que fez 1 a 0 no Estadual de 2008 foram 10 jogos com mando atleticano. O Paraná venceu duas vezes, mas os dois jogos foram no Eco-Estádio, durante a reforma da Arena para a Copa 2014.

No geral, o duelo na Arena marca ampla vantagem ao Atlético: são 18 derrotas, 3 empates e apenas duas vitórias paranistas. “Não pensamos que não vamos conseguir. É um jogo importante que pode nos dar moral e confiança. É um clássico e estamos encarando como um jogo decisivo no campeonato para dar uma nova cara”, afirmou o goleiro Richard.

Esporte