PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Moisés nega mudança de ambiente com Valentim, mas diz: "Pegamos confiança"

Do UOL, em São Paulo (SP)

30/10/2017 22h37

O Palmeiras conquistou 10 dos últimos 12 pontos e se aproximou da briga pelo título do Campeonato Brasileiro. Tudo isso sob o comando do interino Alberto Valentim. A mudança repentina ocorreu depois da saída do técnico Cuca, embora o meio-campista Moisés tenha negado qualquer alteração no “clima” do dia a dia do clube.

“Sinceramente em questão de ambiente não teve nenhuma mudança. O que aconteceu foi que infelizmente com o Cuca, esse ano, e com o Eduardo também, o time não conseguiu encaixar. Ele procurou rodar de todas as formas até achar o melhor time e não teve sucesso”, afirmou o meio-campista, em entrevista ao programa 'Bem, Amigos', do Sportv.

Na análise de Moisés, o Palmeiras cresceu pela rápida capacidade de o elenco se encontrar no estilo de jogo de Alberto Valentim.

“Adaptou rápido à forma do Alberto jogar, os jogadores entenderam e fizeram grandes jogos. Aí foi pegando confiança e a tendência é evoluir”, finalizou Moisés ao programa apresentado por Galvão Bueno.

O jogador fez questão de apontar as mudanças que o antigo auxiliar trouxe para o Palmeiras. Alteração na forma de marcar o adversário e o trabalho de bola no ataque, na visão de Moisés, são as características mais visíveis para o meio-campista.

“Quando o Alberto entrou a gente precisava dar uma resposta, independente se ficasse o Cuca ou não, a gente sabia que o Palmeiras poderia dar mais. E muda a forma de jogar, o Alberto joga mais posicionado, marcando mais por zona, e o Cuca gostava de individualizar”, explicou Moisés.

Esporte