PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Cuca cita "reformulação em andamento" e dá indícios de seu Palmeiras ideal

Danilo Lavieri e José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

28/08/2017 04h00

Com o próximo jogo marcado apenas para o próximo dia 9 de setembro, diante do Atlético-MG, e a tranquilidade por ter conseguido vencer o São Paulo, o Palmeiras espera usar a pausa do Brasileirão para finalmente achar um time que tenha uma identidade.

Cuca mostrou que gostou de seu meio-campo atuando com Moisés e Guerra e deixou claro que abrirá mão de velocidade por isso. No clássico, os sacrificados foram Roger Guedes e Keno. Dudu, que também seria opção para a posição, está machucado.

Na cabeça do treinador, o Brasileirão não pode mais ter uma equipe que tente explorar a velocidade como foi na conquista do título do ano passado.

"Hoje, a gente precisa ter posse de bola e abrir mão um pouco da velocidade. Porque o Campeonato está diferente, quase não tem espaço. Não é como era no ano passado. Os espaços quase inexistem, porque todo mundo faz duas linhas e engaveta. Se não tiver dinamismo, troca de direção, ocupação de espaço e criação você não joga. Preciso de um pouco mais de treino, mas esse sistema vai melhorar o Palmeiras", explicou o comandante.

O comandante disse que pretende manter uma formação parecida daqui para frente, mas detectou que ainda precisa melhorar bastante a atitude defensiva de sua equipe.

A instabilidade, segundo ele, tem relação direta com a falta de segurança que seus atletas mostravam recentemente após as quedas na Copa do Brasil e na Libertadores.

"A intenção é dar sequência para a maioria dos jogadores e temos que corrigir coisas que estão acontecendo atrás. E não só na defesa, mas de uma maneira geral, na origem das jogadas", explicou.

"Precisamos enfatizar o trabalho técnico e dar confiança, porque não estava fácil a pressão que a gente vivia. Trabalhar em time grande é assim e de uma forma ou de outra a gente precisa entender que está acontecendo uma reformulação", afirmou.

Outra dúvida que Cuca decidirá nos próximos dias diz respeito à lateral esquerda. Michel Bastos teve uma sequência de três jogos, conforme prometido, e será submetido a uma avaliação da comissão técnica. Caso seja reprovado, Egídio ganhará a posição.

Os próximos dias ainda serão decisivos para a definição do futuro de Felipe Melo. O volante não recebeu nenhuma proposta durante que o agradasse durante o último mês que passou afastado e volta a ser uma opção. Cuca já deu sinais de que pode aceitar a sua reintegração.

Esporte