PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

McLaren lança carro em busca de renascimento com dupla mais jovem do grid

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Woking (ING)

14/02/2019 10h20

Apostando em uma dupla de pilotos renovada e jovem, e sob o comando de GIl de Ferran, a McLaren lançou nesta quinta-feira o MCL34, carro da equipe para a temporada 2019 da Fórmula 1. No lançamento, o time focou em mostrar parte dos 800 funcionários, focando na mensagem de que este ano é o início de uma nova fase.

Isso porque a McLaren vem de uma temporada bastante decepcionante em 2018, quando trocou o motor Honda pelo Renault por acreditar que a má fase era resultado da falta de potência e confiabilidade do equipamento dos japoneses, mas continuou amargando resultados ruins, demonstrando que o carro em si também tinha muito a melhorar. Prova disso é que o time ficou longe das outras duas equipes que usaram o motor Renault em 2018 - a própria equipe de fábrica, que fez 122 pontos, contra 62 da McLaren, e principalmente a Red Bull, que somou 419.

A McLaren foi a terceira equipe a realmente mostrar o carro de 2019, depois da Mercedes e da Red Bull na quarta-feira. Mas o carro apresentado na fábrica da equipe em Woking pareceu menos trabalhado aerodinamicamente em relação aos rivais. Mas Carlos Sainz, brincando com o fato deste dia 14 ser o Dia dos Namorados na Inglaterra e em outros países, disse que sentiu "amor à primeira vista" pelo novo carro.

Sem contar com Fernando Alonso, que anunciou a aposentadoria da F-1, embora tenha recentemente deixado em aberto um possível retorno, e descontente com o rendimento de Stoffel Vandoorne, a McLaren optou por mudar completamente sua dupla de pilotos, apostando em Carlos Sainz, que estava na Renault e já conhece o motor, e Lando Norris, estreante inglês de 19 anos, que vem do vice-campeonato da F-2 ano passado. Como Sainz tem 24, trata-se da dupla mais jovem do grid de 2019.

A equipe conta ainda com Sergio Sette Camara como piloto de testes.

Tentando sair de um longo jejum de vitórias (desde o GP do Brasil de 2012) e pódios (desde o GP da Austrália de 2014), a McLaren prometeu um carro "muito diferente" em relação ao ano passado e, de fato, todo o foco do desenvolvimento na segunda metade do ano passado foi colocado neste modelo, depois que o time encontrou problemas fundamentais de design no carro de 2018. Mesmo assim, o CEO Zak Brown coloca "lutar por pontos" como meta para esta temporada.

A Ferrari lancará seu carro nesta sexta-feira, na Itália. E a Alfa Romeo, que já colocou o carro na pista nesta quinta-feira, vai lançar oficialmente o carro só na segunda, quando começam os testes da pré-temporada.

Fórmula 1