PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Massa assume erro por batida e defende tática da Williams

Felipe Massa deixa carro após batida no treino para o GP da Hungria - Mark Thompson/Getty Images
Felipe Massa deixa carro após batida no treino para o GP da Hungria Imagem: Mark Thompson/Getty Images

Julianne Cerasoli

De Budapeste, na Hungria

23/07/2016 12h27

Felipe Massa esperava uma classificação difícil no GP da Hungria, mas jamais poderia prever que seria eliminado ainda na primeira parte da classificação após bater enquanto a pista de Hungaroring estava molhada.

O brasileiro, que vai largar em 18º, perdeu o controle de sua Williams logo depois que saiu dos boxes com os pneus intermediários em um momento em que ainda chovia em Budapeste e poucos pilotos tinham trocado os pneus. Porém, Massa não acredita que o fato de estar usando o composto que dispersa menos água do que o pneu de chuva tenha causado o acidente.

“Nessa hora, você tem de assumir alguns riscos. Não acho que foi uma escolha errada. Nas três curvas que fiz, o carro parecia pronto para aquele pneu. Eu nem estava muito rápido, mas aquaplanei e perdi a traseira do carro. Nesse tipo de condição, pode acontecer”, defendeu o brasileiro, que reconheceu seu erro.

“Não diria que é uma questão de sorte, porque no final das contas eu que estava pilotando o carro. Fiquei triste porque era para eu estar em uma posição bem diferente.”

O companheiro de Massa, Valtteri Bottas, chegou ao Q3, mas se classificou apenas na décima colocação, em uma pista na qual a Williams costuma ter dificuldades devido ao alto número de curvas de baixa velocidade.

O GP da Hungria tem largada às 9h do domingo pelo horário de Brasília.

Fórmula 1