PUBLICIDADE
Topo

Tales Torraga

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Reabre hoje com River x Central: como ficou o novo Monumental de Núñez

Monumental de Núñez será reaberto neste sábado com River Plate x Rosario Central - Divulgação River Plate
Monumental de Núñez será reaberto neste sábado com River Plate x Rosario Central Imagem: Divulgação River Plate
Tales Torraga

Jornalista e escritor, Tales Torraga nasceu em Mogi das Cruzes (SP), mas é, segundo os colegas, "mais argentino que os próprios argentinos". Morou em Buenos Aires e Montevidéu, girou pela imprensa brasileira e portenha e escreveu 15 livros ? o último deles, Copa Loca, é sobre a...Argentina nos Mundiais.

Colunista do UOL

20/02/2021 08h01Atualizada em 20/02/2021 08h18

O sábado (20) será especial para o futebol argentino. Acostumado a olhar para o seu estádio como o "Santiago Bernabéu das Américas" ou "Teatro Colón do futebol", o River Plate vai reabrir o Monumental de Núñez depois de 11 meses. A última partida disputada ali foi em 11 de março de 2020, um 8 a 0 nos peruanos do Binacional pela Libertadores.

Depois de usar os estádios do Independiente e do Banfield para jogar como mandante, o clube de Núñez agora recebe o Rosario Central na sua nova casa às 21h30 (de Brasília), na segunda rodada da Copa da Liga Profissional Argentina, o campeonato criado pela AFA para movimentar os times durante a pandemia.

O River abriu as portas do Monumental para a imprensa anteontem, e foi possível conferir de perto aquele que o clube chama de "melhor gramado da América Latina". No material divulgado para a imprensa, o clube diz que é o começo de um Monumental "nível europeu", e que a grama, 95% natural e 5% sintética, foi inspirada no que Barcelona, Real Madrid e Manchester United têm à disposição.

river - Divulgação River Plate - Divulgação River Plate
Monumental de Núñez será reaberto neste sábado com River Plate x Rosario Central
Imagem: Divulgação River Plate

Pouco antes da chegada dos jornalistas, o técnico Marcelo Gallardo experimentou o gramado e logo no segundo movimento já comentou: "Isso aqui é diferente de qualquer coisa que temos na Argentina. Vai fazer bem ao nosso jogo", riu. A obra do novo gramado custou US$ 2 milhões (cerca de R$ 10,8 milhões). Foi usada uma máquina niveladora totalmente computadorizada e o campo foi rebaixado em 1,80 metro. A tradicional pista de atletismo onde a Argentina deu sua volta olímpica na Copa do Mundo de 1978 foi removida - ela estava ali desde 1938, quando o estádio foi inaugurado.

Houve melhorias também na drenagem e na refrigeração do piso. Nas tribunas, foram feitas mudanças na Centenário Alta, o anel superior contrário ao tradicional placar, cujos pontos cegos foram removidos. Os banheiros são totalmente novos, assim como os pisos e paredes.

A obra começou em agosto, com a eliminação da pista de atletismo. Ali agora está uma lona que será tapada por cimento para construir novas tribunas e ampliar a capacidade do estádio para pouco mais de 80 mil pessoas. Hoje, com as reformas em seu interior, a capacidade do estádio saltou de pouco mais de 60 mil torcedores para 77.074 espectadores.

river - Divulgação River Plate - Divulgação River Plate
Monumental de Núñez será reaberto neste sábado com River Plate x Rosario Central
Imagem: Divulgação River Plate

Novos lugares para lanchonetes e um sistema de internet rápida para todo o público estarão à disposição. O clube informou também uma reformulação no setor das pessoas com cadeiras de rodas no anel interno do setor conhecido como Belgrano, onde tradicionalmente ficam as câmeras de TV.

O River estima que o público possa voltar aos estádios na Argentina no máximo em abril, e com capacidade de 30% dos estádios. A covid vem regredindo no país (ontem foram divulgados 7.886 novos casos - o pico foi de 18.326 em 20 de outubro).