PUBLICIDADE
Topo

Podcast SeV S02E41: Iga Swiatek e seus méritos, números e trabalho mental

FFT
Imagem: FFT
Alexandre Cossenza

Alexandre Cossenza é bacharel em direito e largou os tribunais para abraçar o jornalismo. Passou por redações grandes, cobre tênis profissionalmente há oito anos e também escreve sobre futebol. Já bateu bola com Nadal e Federer e acredita que é possível apreciar ambos em medidas iguais. Contato: ac@cossenza.org

Colunista do UOL

15/10/2020 12h24

O podcast Saque e Voleio, no ar para os apoiadores do blog, chega hoje com uma análise dos méritos de Iga Swiatek na espetacular campanha que terminou com a polonesa de 19 conquistando o título de Roland Garros sem perder sets, anotando 38 quebras de saque e se tornando a primeira adolescente desde 1997 (Iva Majoli) a triunfar no saibro de Paris.

O podcast trata principalmente da versatilidade de Iga e de como seus muitos golpes bem executados lhe dão uma vantagem enorme sobre a maioria do circuito. Faço também um paralelo com a adolescência de Roger Federer e de como o suíço demorou mais a fazer tudo se encaixar em seu tênis.

Ao tratar da maturidade tenística da polonesa, também cito o trabalho de Iga com psicólogos do esporte há alguns anos e como isso vem ajudando a campeã de Roland Garros a administrar melhor do que a maioria suas expectativas e cobranças.

Por último, cito números que mostram o quão espetacular foi essa conquista de Iga Swiatek e falo por que acredito que ela tende a gerenciar bem seu pós-primeiro-slam apesar da falta de torneios no circuito feminino neste fim de ano pandêmico e explico como sua versatilidade pode fazer a diferença também neste quesito.

Quem já apoia o Saque e Voleio pode acessar o link para o episódio lá no Mural do Apoia.se.

Quem quiser pode aproveitar a ocasião para começar a apoiar o blog (com R$ 15 mensais, você tem direito a conteúdo exclusivo e newsletter semanal, além de brindes e promoções). Basta visitar o Apoia.se, conhecer melhor o programa de financiamento coletivo recorrente do Saque e Voleio e fazer sua contribuição.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.