PUBLICIDADE
Topo

Rodolfo Rodrigues

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Cristiano Ronaldo quebra recorde de gols e participações na Euro

Cristiano Ronaldo comemora gol marcado pela seleção de Portugal no duelo contra a Hungria, pela 1ª rodada da Eurocopa - Bernadett Szabo - Pool/Getty Images
Cristiano Ronaldo comemora gol marcado pela seleção de Portugal no duelo contra a Hungria, pela 1ª rodada da Eurocopa Imagem: Bernadett Szabo - Pool/Getty Images
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

Colunista do UOL

15/06/2021 14h54

Grande estrela da Eurocopa 2020, Cristiano Ronaldo brilhou na estreia da Seleção Portuguesa na estreia da Euro 2020, marcando dois gols na vitória sobre a Hungria, em Budapeste. Com os gols, CR7 isolou-se na artilheira geral da competição, sendo agora o maior artilheiro com 11 gols.

Jogador com mais partidas disputadas desde 1960 (22 jogos agora), Cristiano Ronaldo tornou-se nesta terça-feira (15) também o jogador com mais edições disputadas - cinco (2004, 2008, 2012, 2016 e 2020).

Maiores artilheiros da Eurocopa (1960-2020)

[11] - Cristiano Ronaldo (Portugal)
9 - Michel Platini (França)
7 - Alan Shearer (Inglaterra)
6 - Griezmann (França)
6 - Thierry Henry (França)
6 - Kluivert (Holanda)
6 - Van Nistelrooy (Holanda)
6 - Rooney (Inglaterra)
6 - Nuno Gomes (Portugal)
6 - Ibrahimovic (Suécia)

Mais jogos na final final da Eurocopa (1960-2020)

[22] - Cristiano Ronaldo (Portugal)
18 - Schweisteinger (Alemanha)
17 - Buffon (Itália)
16 - Fàbregas (Espanha)
16 - Iniesta (Espanha)
16 - Thuram (França)
16 - Van der Sar (Holanda)

Mais edições disputadas da Eurocopa na fase final (1960-2020)

5 - Cristiano Ronaldo (Portugal) - 2004, 2008, 2012, 2016
4 - Lothar Matthäus (Alemanha) - 1980, 1984, 1988, 2000
4 - Peter Schmeichel (Dinamarca) - 1988, 1992, 1996, 2000
4 - Del Piero (Itália) - 1996, 2000, 2004, 2008
4 - Van der Sar (Holanda) - 1996, 2000, 2004, 2008
4 - Lilian Thuram (França) - 1996, 2000, 2004, 2008
4 - Olof Mellberg (Suécia) - 2000, 2004, 2008, 2012
4 - Buffon (Itália) - 2004, 2008, 2012, 2016
4 - Petr Cech (República Tcheca) - 2004, 2008, 2012, 2016
4 - Ibrahimovic (Suécia) - 2004, 2008, 2012, 2016
4 - Andreas Isaksson (Suécia) - 2004, 2008, 2012, 2016
4 - Kim Källström (Suécia) - 2004, 2008, 2012, 2016
4 - Jaroslav Plasil (República Tcheca) - 2004, 2008, 2012, 2016
4 - Lukas Podolski (Alemanha) - 2004, 2008, 2012, 2016
4 - Tomás Rosicky (República Tcheca) - 2000, 2004, 2012, 2016
4 - Schweinsteiger (Alemanha) - 2004, 2008, 2012, 2016
4 - Darijo Srna (Croácia) - 2004, 2008, 2012, 2016

Contanto os jogos também das Eliminatórias da Eurocopa, Cristiano Ronaldo tem atualmente 57 partidas pela seleção portuguesa e está a um jogo de igualar a marca do goleiro Buffon, da Itália, recordista com 58 jogos. Em número de gols somando as Eliminatórias, CR7 é também líder isolado com 42 gols, seguido pelo sueco Ibrahimovic (25) e pelo irlandês Robbie Keane (23).

Aos 36 anos, CR7 tem a chance de se tornar o jogador mais velho a marcar em uma final da competição. Até hoje, o recorde pertence ao alemão Bernd Hölzenbein, que fez um gol na final de 1976 contra a Tchecoslováquia. Capitão em 2016, se for campeão de novo, o português poderá também igualar o goleiro espanhol Casillas, que levantou o troféu na fina como capitão em 2008 e 2012.

Mais edições da Eurocopa marcando gols (1960-2020)

5 - Cristiano Ronaldo (Portugal) - 2004, 2008, 2012, 2016
3 - Jürgen Klinsmann (Alemanha) - 1988, 1992, 1996
3 - Vladimír Smicer (República Tcheca) - 1996, 2000, 2004
3 - Nuno Gomes (Portugal) - 2000, 2004, 2008
3 - Thierry Henry (França) - 2000, 2004, 2008
3 - Hélder Postiga (Portugal) - 2004, 2008, 2012
3 - Zlatan Ibrahimovic (Suécia) - 2004, 2008, 2012
3 - Wayne Rooney (Inglaterra) - 2004, 2012, 2016

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL