PUBLICIDADE
Topo

Clube que mais usou a base, Santos tem o elenco mais jovem do Brasileirão

O zagueiro Wagner Leonardo, de 21 anos, é um dos jogadores revelados pelo Santos no Brasileirão 2020 - Ivan Storti/Santos FC
O zagueiro Wagner Leonardo, de 21 anos, é um dos jogadores revelados pelo Santos no Brasileirão 2020 Imagem: Ivan Storti/Santos FC
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

15/09/2020 04h00

No clássico do último sábado (12), contra o São Paulo, o Santos colocou em campo 8 jogadores formados em sua categoria de base entre os 15 que atuaram no empate por 2 x 2. Com a entrada do garoto Lucas Lourenço, o Peixe chegou a marca de 12 jogadores oriundos da base, superando o Vasco (11) e se tornando o time com mais pratas-da-casa nessa Série A.

Com isso, passou a ter a menor média de idade (25,1 anos) nesse Brasileirão, assim como o RB Bragantino e o Vasco. Com 28 jogadores utilizados até a 10ª rodada, o Santos colocou 42,9% de jogadores formados na Vila Belmiro.

No elenco atual, o Peixe conta com 8 jogadores até 21 anos: o atacante Marcos Leonardo (17), titular contra o São Paulo; o zagueiro Derick, o meia Ivonei e o atacante Kaio Jorge (todos com 18); o meia Lucas Lourenço (19); os zagueiros Alex Nascimento e Wagner Leonardo (21) e o atacante Taílson (21).

Média de idade dos times do Brasileirão 2020 (apenas com os jogadores que entraram em campo até a 10ª rodada):
Santos (25,1 anos)
RB Bragantino (25,1 anos)
Vasco (25,1 anos)
Athletico-PR (25,5 anos)
Atlético-GO (25,9 anos)
Goiás (26,1 anos)
São Paulo (26,2 anos)
Botafogo (26,3 anos)
Fluminense (26,5 anos)
Corinthians (26,7 anos)
Flamengo (26,8 anos)
Coritiba (26,8 anos)
Internacional (26,9 anos)
Palmeiras (27,1 anos)
Bahia (27,3 anos)
Grêmio (27,4 anos)
Sport (27,4 anos)
Atlético-MG (27,6 anos)
Ceará (28,2 anos)
Fortaleza (29,0 anos)

Clubes com mais jogadores formados nas categorias de base no Brasileirão 2020

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.