PUBLICIDADE
Topo

Gabriel Vaquer

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Quando Galvão volta a narrar? Depende de vacinação e protocolo da Globo

Galvão Bueno na cabine de transmissão do Estádio Mineirão em Belo Horizonte na semifinal da Copa do Mundo em 2014 - Memória Globo: João Miguel Júnior/Globo
Galvão Bueno na cabine de transmissão do Estádio Mineirão em Belo Horizonte na semifinal da Copa do Mundo em 2014 Imagem: Memória Globo: João Miguel Júnior/Globo
Gabriel Vaquer

Gabriel Vaquer cobre mídia esportiva desde 2014. No UOL Esporte, conta detalhes do evento onde seu time joga e onde seu profissional de TV esportiva favorito vai trabalhar.

26/02/2021 04h00

O Esporte da Globo e o narrador Galvão Bueno avaliam a possibilidade de o narrador comandar a transmissão da partida entre Brasil x Argentina, no próximo dia 30 de março, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Tudo vai depender de um fator primordial: a vacina do novo coronavírus. Existe a expectativa de que o locutor de 70 anos tome suas doses no mês que vem, se o cronograma de vacinação previsto for cumprido.

Na última edição do "Bem, Amigos!", na última segunda-feira (22), o próprio Galvão Bueno disse que sua quarentena iria terminar no mês que vem, se tudo desse certo, e que ele faria o jogo. Mas a Globo ainda trata com cautela o assunto por causa dos atrasos na entrega de imunizantes pelo país e pela alta taxa de mortes pela covid-19. Nos últimos 35 dias, o Brasil teve uma média móvel de mais de mil mortes por dia.

A coluna apurou que, se Galvão se vacinar até a primeira quinzena de março, são grandes as chances de criação de um protocolo exclusivo para ele. Pesa a vontade e a saudade que o narrador tem de estar transmitindo jogos. Galvão não narra um jogo ao vivo desde 16 de fevereiro de 2020, quando esteve à frente da Supercopa do Brasil 2020 vencida pelo Flamengo contra o Athletico Paranaense. Ele nunca ficou tanto tempo sem comandar uma transmissão.

A própria Globo, em comunicado enviado ao blog, ainda não confirma qualquer decisão sobre o retorno de Galvão ao trabalho ou de profissionais que façam parte do grupo de risco da covid-19. "Conforme previsto, estamos aguardando a vacinação e a liberação médica para que os colaboradores que fazem parte do grupo de risco voltem às atividades presenciais com segurança", diz a emissora.

A segunda opção para Brasil x Argentina deve ser Luís Roberto. Ele e Cléber Machado estão se revezando em partidas do time comandado por Tite e o último jogo do Brasil foi narrado por Machado.