PUBLICIDADE
Topo

Gabriel Vaquer

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

PPV do Carioca fecha com Claro; valor mensal será maior que da Conmebol TV

Flamengo foi campeão do Campeonato Carioca 2020 - Marcelo Cortes/Flamengo
Flamengo foi campeão do Campeonato Carioca 2020 Imagem: Marcelo Cortes/Flamengo
Gabriel Vaquer

Gabriel Vaquer cobre mídia esportiva desde 2014. No UOL Esporte, conta detalhes do evento onde seu time joga e onde seu profissional de TV esportiva favorito vai trabalhar.

12/02/2021 16h36

A Claro/Net fechou, nesta sexta-feira (12), o acordo para comercializar o pay-per-view do Campeonato Carioca 2021. Maior operadora do país em número de assinantes do país (detém 47% do mercado de 15 milhões de assinantes), a empresa irá vender o pacote mensal por R$ 49,90, um pacote de pagamento único de R$ 129,90 (que pode ser dividido em quatro vezes) e jogos avulsos por R$ 59,90. O serviço será disponibilizado a partir de 24 de fevereiro.

Os preços confirmados hoje são mais salgados que os da Conmebol TV, serviço que exibe a Libertadores e a Copa Sul-Americana, que tem um pacote mensal de R$ 39,90. Outro serviço disponível, o PPV da Copa do Nordeste, lançado no mês passado, pode ser comprado por R$ 23,90 (ou R$ 59,90 em pagamento único).

Os clubes ficarão com 53% de todo o valor arrecadado. Os 47% restantes servirão para custos de produção e pagamento de fornecedores.

Sky e Vivo, outras duas grandes operadoras do país, devem fechar o serviço em breve e oferecer a sua base de assinantes por valores semelhantes. Não existe previsão para acerto com a Oi TV.

O pay-per-view do Campeonato Carioca é responsabilidade de Marcelo Campos Pinto, ex-executivo da Globo. O projeto também terá um canal no YouTube e uma página no Facebook para repercutir os conteúdos produzidos —entre eles, um programa de pré e pós jogo para todas as partidas exibidas, que está sendo desenvolvido pela jornalista Lívia Nepomuceno, que trabalhou na Fox por seis anos.

Os jogos também serão exibidos pela Record em TV aberta.