PUBLICIDADE
Topo

André Rocha

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

100 jogos de Vinícius Jr. no Real Madrid: evolução lenta, mas perseverante

Vinicius Jr comemora 100 jogos pelo Real Madrid e celebra gol feito contra o Real Sociedad  - Instagram
Vinicius Jr comemora 100 jogos pelo Real Madrid e celebra gol feito contra o Real Sociedad Imagem: Instagram
André Rocha

André Rocha é jornalista, carioca e colunista do UOL. Trabalhou também para Globoesporte.com, Lance, ESPN Brasil, Esporte Interativo e Editora Grande Área. Coautor dos livros "1981" e "É Tetra". Acredita que futebol é mais que um jogo, mas o que acontece no campo é o que pauta todo o resto. Contato: anunesrocha@gmail.com

Colunista do UOL Esporte

02/03/2021 08h05

O Real Madrid perdia por 1 a 0 para a Real Sociedad no Estádio Alfredo Di Stéfano, quando Vinícius Júnior foi chamado por Zidane, junto com Rodrygo e Hugo Duro, para entrar na equipe que vem sofrendo sem os muitos lesionados, especialmente Sergio Ramos e Karim Benzema.

O atacante brasileiro entrou aos 15 minutos do segundo tempo. Acertou 16 dos 19 passes que tentou, completou um drible - e foi agarrado por Guevara, que quase arrancou o uniforme do adversário, levando cartão amarelo - e ainda fez um desarme preciso. Nas finalizações, eficiência máxima: uma tentativa e o gol do empate do time merengue, aos 43 minutos da segunda etapa.

O ponto em casa não foi necessariamente comemorado, já que a distância para o líder Atlético de Madri sobe para cinco pontos, com um jogo a mais, e o Barcelona, com a vitória por 2 a 0 sobre o Sevilla, tomou a segunda colocação no saldo de gols (33 a 23), com os mesmos 53 pontos.

Mas Vinícius não deixa de ter o que celebrar. Alcançar a marca de uma centena de jogos pelo maior clube da Europa e do planeta aos 20 anos é um feito relevante. Estava no banco, mas começou jogando na vitória por 1 a 0 fora de casa sobre a Atalanta no jogo de ida pelas oitavas de final da Liga dos Campeões. Mesmo com oscilações, o Real é o atual campeão espanhol e as chances do bi são reais, ainda faltando 13 rodadas para o final da liga.

O grande entrave é a evolução lenta do atacante, considerando o potencial de craque quando surgiu na base do Flamengo e subiu de maneira precoce, ainda aos 17 anos, para dar retorno técnico ao time profissional antes de partir para Madri. Negociado por 45 milhões de euros.

O Real esperava bem mais que os 13 gols e as 14 assistências desde a estreia, em setembro de 2018. A expectativa era de uma explosão precoce, ou ao menos na segunda temporada. Não é o tempo de Vinícius.

Bem aos poucos vai melhorando as tomadas de decisão e a participação coletiva, sem ser uma "ilha" pela ponta. O acabamento técnico dos ataques, porém, continua sendo um problema, especialmente nas finalizações. São três gols na liga espanhola em 22 partidas, 12 jogando desde o início. Menos de uma finalização e um passe decisivo por partida. Três assistências, mas seis grandes chances desperdiçadas no total. O dobro em relação às bolas nas redes.

Na Champions, números parecidos: sete jogos, três de início. Um gol, uma assistência. Nenhuma chance desperdiçada, o que parece bom em aproveitamento, mas nem tanto em produção ofensiva. É claro que Vinícius Jr. está no combo de irregularidade do time de Zidane na temporada, que passou pelo risco real de não passar pela fase de grupos do torneio continental que domina com 13 títulos.

Mas poderia e deveria ser melhor. O mérito do camisa 20 é seguir trabalhando. Mesmo com críticas na Espanha e "haters" no Brasil. A concorrência no ataque é grande, com Hazard, Asensio, Isco, Mariano, Rodrygo e Duro, além de Benzema. Resta aprimorar os fundamentos e o cognitivo e esperar oportunidades.

Mirando Neymar, grande referência para Vinícius, pode parecer pouco. Mas o que já conseguiu tão jovem não é para ser desprezado. Resta perseverar e entregar respostas cada vez melhores quando acionado. Como conseguiu no jogo 100, evitando o pior para o Real.

(Estatísticas: SofaScore e Whoscored.com)

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL