PUBLICIDADE
Topo

Basquete

Ex-jogador dos Knicks que brigou em jogo poderá retornar a ginásio de NY

Do UOL, em São Paulo

14/02/2017 18h21

Durou pouco a punição imposta pelo New York Knicks a Charles Oakley, ex-jogador da equipe. De acordo com os canais de TV ESPN nos EUA, o afastamento de Oakley nas partidas da franquia foi derrubada nesta terça-feira, menos de uma semana após ser anunciada pela franquia.

Na última quinta-feira (9), Oakley se envolveu em um bate-boca no Madison Square Garden durante a partida entre New York Knicks e Los Angeles Clippers. Os Clippers venceram por 119 a 115.

A briga valeu ao ex-jogador uma punição. James Dolan, o dono dos Knicks, anunciou na última sexta-feira (10) o afastamento do ex-jogador. “Não é necessariamente um banimento vitalício. Queremos manter o Garden seguro para todos que vão lá”, disse Dolan na ocasião.

Ainda não há uma explicação oficial para o bate-boca. Segundo o site Huffington Post, funcionários dos Knicks alegam que Oakley estava agitado na partida e gritava obscenidades contra James Dolan.

Embora o ex-jogador tenha sido levado a uma delegacia, a pena acabou encerrada nesta terça-feira. A informação foi divulgada à ESPN por uma fonte ligada à administração do Madison Square Garden.

A suposta decisão chega um dia depois do encontro de Dolan e Oakley com Adam Silver, comissário da NBA. Em nota, Silver disse que os dois “pediram desculpas sobre o incidente e comentários subsequentes, além do impacto negativo sobre os Knicks e a NBA”.

Basquete