PUBLICIDADE
Topo

Basquete

Em ascensão na NBA, Lucas Bebê se firma nos Raptors com tocos e enterradas

Bebê - Chris Young/The Canadian Press - Chris Young/The Canadian Press
Lucas Bebê rejeita Kyrie Irving
Imagem: Chris Young/The Canadian Press

Do UOL, em São Paulo

07/12/2016 07h52

Lucas “Bebê” Nogueira se firmou no Toronto Raptors, segundo colocado na Conferência Leste da NBA. Após altos e baixos em seus primeiros anos no melhor basquete do mundo, o pivô brasileiro de 24 anos faz uma temporada à altura da expectativa criada em sua chegada.

No alto dos seus 2,13 m, Bebê tem brilhado com tocos e enterradas e acumula seus melhores números na NBA nesta temporada. Em média, o brasileiro joga quase 19 minutos pela franquia canadense, contribuindo com 5 pontos, 4 rebotes e 2 tocos por partida.

Além disso, Bebê acertou 30 dos 38 arremessos que tentou na temporada até aqui - o que lhe confere 79% de aproveitamento de quadra. E tem feito ótimo trabalho tático na cabeça do garrafão, com corta-luzes para DeMar DeRozan e Kyle Lowry sempre que deixa o banco de reservas.

São números que mostram que Lucas Nogueira vive seu melhor momento da carreira. Mas seu crescimento em quadra guarda raízes mais profundas. O gigante de São Gonçalo (RJ) parou de consumir bebida alcoólica há nove meses, casou-se em junho passado com Caroline Kuczynski e vive a expectativa do nascimento da primeira filha. Tudo isso mexeu com a cabeça de Bebê – e refletiu no seu jogo.

Na última partida dos Raptors, na segunda-feira (7), por exemplo, ele chamou a atenção ao dar um belo toco em Kyrie Irving e completar uma ponte aérea com enterrada (veja no vídeo acima).

Apesar da derrota contra o atual campeão Cleveland Cavaliers, que jogou a todo vapor vindo de três derrotas consecutivas, Bebê contribuiu positivamente nos 14 minutos em que esteve em quadra: 6 pontos, 3 rebotes e o referido toco.

Nas duas partidas anteriores, o pivô brasileiro já havia brilhado nas vitórias contra Los Angeles Lakers e Atlanta Hawks, quando o Toronto Raptors engatou seis vitórias consecutivas.

Basquete