PUBLICIDADE
Topo

Basquete

Time inteiro da WNBA se ajoelha durante hino americano em protesto racial

Reprodução
Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

22/09/2016 15h19

Todas as jogadoras do Indiana Fever, equipe que disputa a WNBA, se ajoelharam durante a execução do hino americano antes da partida dos playoffs contra o Phoenix Mercury na noite de quarta-feira.

O gesto vem ganhando força nos Estados Unidos desde que o quarterback do San Francisco 49ers Colin Kaepernick o fez durante uma partida da pré-temporada da NFL. Trata-se de uma manifestação contra a crescente violência e opressão contra negros no país.

"Foi uma decisão unânime de que deveríamos fazer isso juntas. Temos uma grande plataforma e acho que seria um desserviço se não a usássemos. Isso é algo maior que basquete. Por mais importante que este jogo seja, há outras coisas acontecendo no mundo. Foi assim que começaram as conversas", afirmou a jogadora Marissa Coleman.

A situação nos Estados Unidos quanto ao tema é delicada no momento e diversos protestos, inclusive alguns violentos, estão acontecendo na cidade de Charlotte onde um homem negro foi assassinado por um policial.

 

Basquete