Topo

Mobilidade


Toyota usará tecnologia autônoma nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020

Toyota faz demonstração com veículo que será utilizado nas Olimpíadas de Tóquio-2020 - Issei Kato/Reuters
Toyota faz demonstração com veículo que será utilizado nas Olimpíadas de Tóquio-2020 Imagem: Issei Kato/Reuters

Da Agência Reuters

22/07/2019 17h07

Com carros em miniatura controlados remotamente provando ser um sucesso em eventos esportivos de arremesso de pista e campo, nas Olimpíadas de Tóquio em 2020 a Toyota Motor Corp vai investir no estilo hi-tech. Os carrinhos da montadora irão buscar dardos e martelos sob comando de inteligência artificial.

A montadora japonesa revelou hoje um protótipo de seu robô, uma espécie de ônibus em miniatura baseado no e-Palette (veículo autônomo da Toyota) em desenvolvimento para ser usado nos Jogos de Tóquio.

O veículo, mais ou menos do tamanho de um carrinho para crianças, pode viajar a uma velocidade máxima de 20 km/h e possui três câmeras e um sensor de direção que permitem que o robô "veja" o ambiente ao redor.

Ao redor do topo do corpo do carrinho há uma faixa de luzes de LED que avisa quando o veículo está usando inteligência artificial para acompanhar os oficiais do evento em direção ao equipamento arremessado pelos atletas no gramado. O robô deverá ser utilizado em competições de arremesso de disco, arremesso de martelo e lançamento de dardo.

Depois que o equipamento é colocado no veículo pelo oficial, um clique no botão localizado na frente do carro o faz retornar para os atletas para uso posterior.

"Os humanos são mais adequados para pegar equipamentos pesados tos é melhor realizado por robôs", disse Takeshi Kuwabara, gerente de planejamento de projeto que supervisionou o desenvolvimento do robô.

"Nosso objetivo era alavancar as forças humanas e robôs"

A tendência de usar carros em miniatura para buscar equipamentos nos eventos de lançamento dos Jogos Olímpicos faz lembrar os Jogos de Pequim em 2008, onde carros vermelhos em forma de foguete corriam ao longo do gramado para coletar martelos, dardos e discos também.

Nos Jogos de 2012 em Londres, a BMW desenvolveu e operou uma frota de Mini Coopers azuis e laranjas para coletar os equipamentos descartados, enquanto que caminhonetes verdes em tamanho menor realizaram a tarefa nos jogos do Rio em 2016.

Uma das principais patrocinadoras dos Jogos de Tóquio, a Toyota também planeja ter robôs humanoides habilitados para realidade virtual e robôs de tele presença móvel que permitirão aos espectadores que não puderem comparecer aos jogos pessoalmente encontrarem atletas remotamente.

Uma frota de robôs sobre rodas desenvolvida pela montadora, que pode realizar tarefas domésticas para pessoas idosas e pacientes do hospital, também orientará convidados de cadeira de rodas para os locais de seus assentos e servirá bebidas nos eventos.

A Toyota planeja usar os jogos para demonstrar suas novas tecnologias de veículos. Desde ônibus de célula de combustível, até táxis autônomos sob demanda, competindo com suas rivais da indústria na corrida para o desenvolvimento de carros autônomos acessíveis e veículos elétricos, com serviços de transporte sob demanda.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

Mobilidade