5 carros que argentinos podem ter na garagem, mas os brasileiros não

O mercado argentino de automóveis guarda algumas diferenças em relação ao nosso país. É mais aberto a importações, o que fez com que Peugeot, Renault e Citroën vendessem carros que nunca chegaram ao Brasil.

A diferença já foi maior, mas mudou um pouco com o Mercosul. Marcas como Fiat e Volkswagen, por exemplo, praticamente igualam suas linhas nos dois países, mas outras ainda oferecem modelos no país vizinho que não chegam aqui. Conheça cinco deles:

Ford Kuga Hybrid

Imagem
Imagem: Divulgação

O Ford Kuga chega à América do Sul pela Argentina com motor 2.5 a gasolina casado com um elétrico e os dois entregam 203 cv de potência. A tração é nas quatro rodas.

O restante da linha segue como aqui, inclusive com o Territory, que briga na mesma categoria do Kuga. A Ford fabrica toda a linha Ranger no país e a exporta para o Brasil.

Peugeot 5008

Imagem
Imagem: Divulgação

O SUV de sete lugares já foi vendido no Brasil, mas as baixas vendas fizeram com que as importações do Peugeot 5008 fossem interrompidas. Como na Argentina a marca é forte, o carro ainda está à disposição com facelift.

Além do 5008 a marca vende o Partner Patagónica, que foi vendido no Brasil como Partner Escapade.

Continua após a publicidade

Citroën C5 Aircross

Imagem
Imagem: Divulgação

O SUV médio vem da Europa para a Argentina com motor 1.6 turbo de 165 cv movido a gasolina. O câmbio é automático de seis marchas, mesmo conjunto usado aqui no C4 Cactus.

A marca ainda vende o Berlingo de segunda geração que já saiu de linha no Brasil há alguns anos.

Renault Koleos

Imagem
Imagem: Divulgação
Continua após a publicidade

Outro SUV médio que os argentinos têm, mas nós não. O Koleos é vendido no país vizinho com motor 2.5 de 170 cv a gasolina e tração integral.

A linha Renault ainda conta com o Kangoo em versões a combustão. O utilitário, vendido no Brasil somente na versão elétrica, é um dos carros mais vendidos da Argentina.

Toyota GR86

Imagem
Imagem: Foto: Toyota | Divulgação

Um esportivo leve com tração traseira, câmbio manual e 237 cv de potência. Dá para invejar os hermanos por poderem comprar o Toyota GT86 por lá. O preço é sob consulta, como na maioria dos casos citados acima.

A marca ainda oferece outros modelos importados que ficaram longe do Brasil, como o SUV grande Land Cruiser e o esportivo compacto GR Yaris.

Continua após a publicidade

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes