PUBLICIDADE
Topo

CR7 gastou fortuna para levar carrões embora de Turim; destino seria Madri

Cristiano Ronaldo posa com sua Ferrari F12 TDF, limitada a 799 unidades e avaliada em R$ 3,2 milhões na Europa - Reprodução
Cristiano Ronaldo posa com sua Ferrari F12 TDF, limitada a 799 unidades e avaliada em R$ 3,2 milhões na Europa Imagem: Reprodução

Do UOL

Em São Paulo (SP)

20/05/2021 12h33Atualizada em 20/05/2021 14h41

O craque Cristiano Ronaldo retirou recentemente alguns de seus carros exóticos da cidade italiana de Turim, sede do clube Juventus, para um local ainda desconhecido oficialmente. O português ainda não confirmou se está de saída de seu atual time, mas o fato de mudar os carros de local e o valor para transportar os modelos talvez dê uma pista quanto a isso.

Muito se comentou sobre o vídeo dos carros de Cristiano Ronaldo saindo da Itália em caminhões. Seu destino, de acordo com o jornal espanhol "Marca", seria a cidade de Madri - onde CR7 fez história com a camisa do Real Madrid.

A mesma publicação ainda fez um balanço com uma transportadora local, o Grupo Carino, para saber qual seria o custo que o craque teria desembolsado para mudar seus supercarros de local. Ao todo, teriam sido deslocados dez carros em dois caminhões. Os caminhões estavam cobertos, o que segundo a empresa já aumentaria de 35% a 50% o preço.

Assim, de acordo com o "Marca", citando o Grupo Carino, a operação teria custado cerca de 2 milhões de euros por caminhão (cerca de R$ 13 milhões), totalizando R$ 26 milhões - considerando custos com seguro.

Quais são os carrões e quanto custam

Entre os modelos levamos embora por CR7 estão Rolls-Royce Cullinan, carros da Ferrari - incluindo uma F12 TDF no vídeo e uma SP2 Monza - e modelos da Bugatti, como Veyron e Chiron. Também no vídeo do transporte, vemos Aston Martin DB9 e Mercedes-AMG G 63 sendo colocados no caminhão.

Começando pelo último citado, o SUV alemão tem 585 cv de potência e torque de 86,7 kgfm. Seu câmbio é automático e tem nove marchas. Ele vai de 0 a 100 km/h em 4,5 segundos. O modelo é avaliado em mais de R$ 1 milhão.

Entre os modelos da Bugatti, muita exclusividade também. Seu Veyron é avaliado em R$ 16,4 milhões, já o Chiron vale cerca de R$ 12 milhões. Ambos têm motor quadriturbo W16 de 8.0 litros acoplado a um câmbio de dupla embreagem semiautomático, gerando 1.000 cv e 1.500 cv de potência, respectivamente.

Falando de Ferraris, o belo F12 TDF é limitado a 799 unidades e é avaliado em R$ 3,2 milhões. O modelo tem 780 cv de potência e vai de 0 a 100 km/h em 2,9 segundos. Já a Ferrari SP2 Monza tem preço base de R$ 10,6 milhões. No entanto, mesmo se você for rico o bastante, não se anime: por não ter para-brisa o modelo não pode rodar no Brasil. Com uma unidade V12 6.5 litros, o carro oferece 810 cv de potência.

Mas falando de modelos exclusivos e caros, não podemos esquecer do Rolls-Royce Cullinan. No valor de R$ 4,4 milhões, ele tem motor V12 biturbo de 6.75 litros com 571 cv e ainda oferece o conforto e a exclusividade que só um veículo da marca britânica é capaz.

Para terminar, o Aston Martin DB9 também visto no vídeo tem motor de 5.9 litros na disposição V12, podendo fornecer até 517 cv. Seu preço é de R$ 3,6 milhões.