PUBLICIDADE
Topo

Como Lamborghini rara teve venda relâmpago por mais de R$ 5 mi em SP

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo (SP)

10/07/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Aventador SVJ teve apenas 900 unidades produzidas
  • 5 exemplares do superesportivo foram trazidos para o Brasil
  • Bólido tem motor 6.5 V12 de 770 cv

Encontrar um Lamborghini Aventador SVJ rodando por aí é difícil em qualquer parte do mundo. Faz sentido: apenas 900 unidades foram produzidas - e todas foram vendidas.

Entretanto, um dos cinco exemplares existentes no Brasil foi colocado à venda em São Paulo, justamente em meio à pandemia do coronavírus. E engana-se quem pensa que o carro "encalhou". Pelo contrário: menos de uma hora depois do anúncio já tinha um novo dono.

Aventador SVJ 2 - Vitor Matsubara/UOL - Vitor Matsubara/UOL
Interior tem várias peças de fibra de carbono, incluindo a estrutura dos bancos
Imagem: Vitor Matsubara/UOL

Antes de ir para a nova garagem, UOL Carros foi até a Wish, loja especializada na compra e venda de veículos de luxo e superesportivos, para conhecer os detalhes do bólido.

"Existe outra SVJ que está à venda na loja da Lamborghini por R$ 6 milhões. Aqui nós vendemos por um pouco menos. O novo cliente é um outro colecionador que viu a oportunidade de ter um SVJ por um preço mais interessante do que o pedido pela Lamborghini. Nós anunciamos e depois de uma hora já tinham várias pessoas ligando para o antigo dono. Quando ele pediu para tirarem o anúncio do ar falei que já tínhamos vendido. Foi uma venda rápida", conta Pietro Consolini, um dos sócios da Wish.

Carro de corrida para a rua

Aventador SVJ 2 - Vitor Matsubara/UOL - Vitor Matsubara/UOL
Especula-se que existam só 5 unidades do Aventador SVJ no Brasil
Imagem: Vitor Matsubara/UOL

A sigla SVJ identifica o que há de mais radical nos carros da marca italiana.

No caso do Aventador, o motor é um V12 de 6,5 litros que entrega 770 cv e torque máximo de 73,4 kgfm. São necessários 2,8 segundos para ir de 0 a 100 km/h e a velocidade máxima passa dos 350 km/h.

Por conta do uso de fibra de carbono e outros materiais leves em várias partes do veículo, o carro pesa apenas 1.525 quilos. É por isso que a relação peso/potência do Aventador SVJ é de meros 1,95 kg/cv - impressionante até para um superesportivo deste quilate.

"Eu trouxe o carro dirigindo para cá. É praticamente um carro de corrida, ele é muito duro. Você sente todas as imperfeições do asfalto, então ele é super desconfortável para rua. Foi feito para acelerar", diz Pietro.

Ao contrário do que muitos pensam, vender um carrão não é tão difícil assim.

"Esses carros super raros têm muito mercado. Independente da época em que você está vivendo, sempre vai ter muita procura. É só ver op exemplo de um (Porsche) Cayman que está aqui na loja há algum tempo e ainda não vendemos. Esse carro (Lamborghini) custa quase 12 vezes mais e já foi vendido", exemplifica.

Aventador SVJ 2 - Vitor Matsubara/UOL - Vitor Matsubara/UOL
Motor V12 entrega 770 cv
Imagem: Vitor Matsubara/UOL

Apesar de o país ainda viver a pandemia, o empresário afirma que as vendas já estão reaquecendo após uma reticência inicial por parte da clientela.

"Se fosse em abril acho que não teríamos vendido tão rápido. Naquela época eu ligava para vários clientes e eles estavam mais quietos. Mas, conforme os meses se passaram, as pessoas começaram a ver que existe vida no home office e até melhoraram a qualidade de vida em alguns aspectos. Então o mercado aqueceu demais em junho. Antes não cabia mais carro na loja, agora ela está até vazia".