PUBLICIDADE
Topo

Parece carro: caminhão freia sozinho e tem até câmeras no lugar de espelhos

Novo Actros substitui espelhos retrovisores externos por câmeras - Divulgação
Novo Actros substitui espelhos retrovisores externos por câmeras
Imagem: Divulgação

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo (SP)

24/05/2020 04h00

Resumo da notícia

  • "Brutos" tem tecnologias como frenagem autônoma e piloto automático adaptativo
  • Mercedes Actros possui até câmeras no lugar dos retrovisores externos
  • VW testa e prepara lançamento de caminhão elétrico desenvolvido no Brasil

Foi-se o tempo em que os caminhões eram veículos ultrapassados sem nenhum conforto para o pobre caminhoneiro.

Os "pesados" de hoje são muito mais modernos e seguros do que alguns anos atrás e evoluem a passos largos, a ponto de trazerem equipamentos iguais ou até melhores do que os carros de luxo.

Conforto a bordo

Scania 1 - Divulgação - Divulgação
Novos caminhões da Scania prezam pelo conforto dos passageiros
Imagem: Divulgação

Assim como nos carros, as cabines dos caminhões são projetadas pensando no conforto dos caminhoneiros.

"Hoje elas são maiores e oferecem maior espaço interno, permitindo ainda armazenar diversos itens na parte dianteira e na traseira do caminhão", afirmou Paulo Genezini, gerente de Pré-Vendas da Scania no Brasil.

Scania 2 - Divulgação - Divulgação
Melhor posição de dirigir também ampliou visibilidade do caminhoneiro
Imagem: Divulgação

Segundo a fabricante, a linha chamada de Nova Geração dos pesados foi desenhada em função do motorista, desde a parte de instrumentos até a posição de dirigir, que foi deslocada em 65 mm para frente e 20 mm para a esquerda com o intuito de melhorar a visibilidade.

Atualmente, a Scania oferece 19 tipos de combinações de quatro tipos de cabines, designadas pela marca como P, G, R e S. É possível escolher entre os tetos baixo, normal e alto, sendo que a cabine S traz o piso plano para melhorar o deslocamento interno. Dependendo da configuração, a cabina pode ter até duas camas.

Scania 3 - Divulgação - Divulgação
Linha off-road serve para trabalho pesado em locais de difícil acesso
Imagem: Divulgação

E se os SUVs estão em alta no mercado de automóveis, algumas fabricantes de caminhões também investem no off-road. No caso da Scania, o pacote XT traz filtros de ar com maior resistência à poeira, sistema de tração mais robusto e proteção inferior reforçada.

Porém, nos caminhões a função não é apenas dirigir em posição mais alta ou ter maior sensação de proteção no trânsito. Aqui o objetivo é realizar trabalho pesado em mercados como construção civil, mineração e extração de madeira e cana-de-açúcar.

Cadê o retrovisor?

Actros 1 - Divulgação - Divulgação
Novo Actros traz câmeras no lugar de espelhos retrovisores
Imagem: Divulgação

A Mercedes-Benz é a única empresa com experiência em automóveis de passeio de luxo e caminhões. Talvez por isso é que seus modelos possuam tantas tecnologias em comum.

Lançada no fim de 2019, a nova geração do Actros se destaca na segurança. É o único caminhão da categoria com sistema de frenagem autônoma de emergência, que funciona em conjunto com o piloto automático adaptativo - este último também presente em outros rivais.

Entretanto, o Actros é o primeiro caminhão do país a trazer o piloto automático preditivo.

Actros 3 - Divulgação - Divulgação
Câmeras são itens difíceis de se ver até em carros de luxo
Imagem: Divulgação

O sistema de GPS realiza a leitura da topografia do percurso com antecedência de até 2 km. Assim, o sistema acelera o veículo antes de uma subida ou reduz a velocidade instantes antes de uma descida. Além de aumentar a economia de combustível, o motorista também consegue minimizar o uso de freio e acelerador.

O caminhoneiro também tem à disposição um painel digital bastante parecido com o do Classe E, além de uma central multimídia

Actros 2 - Divulgação - Divulgação
Imagens aparecem em duas telas de 15 polegadas
Imagem: Divulgação

Porém, um dos recursos mais bacanas do Actros é o MirrorCam, São câmeras instaladas no lugar dos espelhos retrovisores externos que exibem as imagens em duas grandes telas verticais de 15 polegadas que ficam na parte interna das colunas "A" da cabine.

O equipamento, inclusive, é raro até em carros de luxo: o SUV elétrico Audi e-tron é o único a trazer câmeras em vez de retrovisores.

Caminhão elétrico e brasileiro

VW e-Delivery 1 - Divulgação - Divulgação
Projeto feito no Brasil, e-Delivery deve ser lançado em breve
Imagem: Divulgação

A eletrificação também está chegando aos caminhões.

Em 2018, a Volkswagen Caminhões e Ônibus revelou o protótipo e-Delivery.

Desenvolvida no Brasil, a versão elétrica do Delivery (um VUC que pode ser conduzido por qualquer motorista habilitado com CNH do tipo B) está em testes desde sua revelação, inclusive por empresas que o utilizam para realizar entregas, como a cervejaria Ambev.

VW e-Delivery 3 - Divulgação - Divulgação
Protótipos estão em testes desde 2018
Imagem: Divulgação

O caminhão é movido por um motor síncrono de ímãs permanentes de 244,7 cv e torque de 219,2 kgfm. Assim como os carros híbridos, o e-Delivery tem transmissão de uma marcha a frente e a ré.

A autonomia estimada é de até 200 km. Tudo nele se assemelha a dirigir um carro elétrico, incluindo o sistema de frenagem regenerativa (no qual as baterias são carregadas quando se tira o pé do acelerador) e a falta de ruído do motor típica deste tipo de veículo.

Apenas o desempenho não é vigoroso como em um automóvel (a velocidade máxima é de 80 km/h), embora as arrancadas sejam igualmente vigorosas.

VW e-Delivery 2 - Divulgação - Divulgação
Veículo é baseado no Delivery movido a diesel
Imagem: Divulgação

Assim como a VW utiliza a plataforma modular MQB em vários de seus automóveis (do Polo até o Passat), a divisão de Caminhões e Ônibus pretende lançar uma linha completa de utilitários elétricos, uma vez que sua base pode ser aplicada até em veículos maiores.

O e-Delivery deve ser lançado comercialmente em 2021.