Topo

Carros elétricos


Tesla criou laboratório secreto para produzir as próprias baterias, diz TV

Fábrica de baterias para veículos elétricos na China - Xinhua/Yang Shiyao
Fábrica de baterias para veículos elétricos na China
Imagem: Xinhua/Yang Shiyao

DO UOL, em São Paulo (SP)

01/07/2019 11h51

Resumo da notícia

  • Intenção é acabar com dependência da Panasonic, diz "CNBC"
  • Panasonic congelou investimentos na Tesla após acordo com Toyota
  • Baterias hoje são principal custo na produção de carro elétrico

A Tesla está desenvolvendo em um laboratório secreto suas próprias células de bateria, de acordo com relato de funcionários e ex-funcionários da montadora de carros elétricos à emissora norte-americana "CNBC". A intenção, dizem as fontes, é reduzir a dependência da Panasonic.

Desde 2014, a Tesla conta com a Panasonic para desenvolver as células de bateria dos seus veículos. Agora, a intenção da fabricante californiana é baratear a produção de seus veículos sem ter de compartilhar informações e recursos com parceiros. No momento, o maior custo para a fabricação de carros elétricos são justamente as baterias.

Elon Musk, o CEO da Tesla, reconhece que sua relação com a Panasonic é restritiva. Fazer a própria bateria faria da Tesla "verticalmente integrada", controlando ela mesma o desenvolvimento, a produção e as vendas dos seus produtos.

Ainda de acordo com a "CNBC", parte das pesquisas envolvendo a fabricação de células de bateria foram conduzidas em um laboratório nos arredores da fábrica em Fremont, na Califórnia. Lá, hoje são feitos o Model 3, o Model S e o Model X.

A decisão da Tesla vem acompanhada de tensão no relacionamento com a Panasonic nos últimos tempos. Em janeiro, a fabricante de eletrônicos fechou uma parceria com a Toyota para a construção de baterias por meio de uma aliança comercial. No início de abril, a Panasonic declarou que iria temporariamente congelar seus investimentos na Tesla.

A temperatura da relação só aumentou desde então, com Elon Musk culpando a Panasonic por atrasos na produção do Model 3, acusando a empresa publicamente pelo Twitter de estar operando com sua linha de células em apenas dois terços da capacidade em sua fábrica compartilhada. Com cortes de custo da Tesla, o clima piorou quando a Panasonic contratou ex-empregados da montadora nas últimas semanas.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

Carros elétricos