Primeira Classe

Primeira Classe

Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
OpiniãoCarros

Jimny Sierra 'urbano' é 60 cm menor e R$ 23 mil mais caro que Renegade 4x4

O Suzuki Jimny Sierra tem uma legião de adoradores no mundo do off-road. Nos vídeos que produzi em todas as minhas plataformas (Instagram, YouTube e TikTok), houve uma série de comentários de trilheiros em defesa do carro que, apesar de 60 cm menor, é R$ 24 mil mais caro que o Renegade 4x4.

Ainda assim, o Jimny Sierra é 4x4 mais acessível que você pode ter no Brasil. Como assim? Não entendeu, né? Então vamos às explicações. Único modelo da Suzuki no País, o jipinho parte de R$ 162.990. O 4x4 com preço mais próximo é o Renegade, a R$ 180.990 nas duas opções com tração integral, S e Trailhawk.

Só que o Jimny Sierra tem diversas versões. A mais em conta é a 4You manual. Em seguida vem a 4Sport e, então, a 4Style e a 4Expedition. Na linha 2024, a montadora japonesa quis dar uma cara mais urbana a uma das versões. E, embora não tenha divulgado isso, a análise óbvia do objetivo é: conquistar clientes do Renegade 4x4 que estão insatisfeitos com as aptidões off-road do Jeep.

Essa versão é a 4Style, que recebeu um visual mais estiloso e equipamentos que facilitam o uso no dia a dia. O problema? Seu preço sugerido é de R$ 203.990. Ou seja: o Jimny Sierra urbano é R$ 23 mil mais caro que o Renegade.

Público alvo

O Jimny Sierra 4Style é um carro pequeno, apertado, de duas portas, espartano. Seu uso óbvio sempre foi no off-road. E no todo-terreno pesado, já que ele é jipe de verdade, com eixo rígido na frente e atrás e uma aptidão absurda para o fora de estrada. É carro de quem gosta de aventura e sempre corre atrás dela.

Imagem
Imagem: Rafaela Borges/UOL

É um produto para quem é trilheiro, como os demais Jimny Sierra. Mas, no caso do 4Style, a ideia da Suzuki é cativar aquele que não quer ter o produto apenas para a hora da aventura, recorrendo a outro modelo para o dia a dia. É para ser para a terra e para a vida cotidiana.

Moral da história: se você não é trilheiro raiz, o Jimny Sierra não é para você. Nem mesmo a versão 4Style. Há opções mais confortáveis, tecnológicas e baratas.

Continua após a publicidade

O que o Jimny Sierra 4Style tem

A "urbanização" do 4Style começa pelo visual mais atraente, com o carroceria bicolor. Atrás, o estepe, que fica preso à tampa do porta-malas, ganhou uma bonita capa, que é também uma proteção contra furtos do componente. O volante, por sua vez, traz revestimento de couro com costura aparente e é multifuncional.

Imagem
Imagem: Rafaela Borges/UOL

A central multimídia é rápida, intuitiva e com direito a navegador GPS nativo - algo importante para quem faz trilhas, pois nem sempre a rede para navegadores de smartphones funciona. Além disso, traz Android Auto e Apple CarPlay - a conexão é por fio.

Na tela do multimídia, também são projetadas imagem da câmera de ré. A cabine traz uma entrada USB apenas, do tipo A.

Aptidão off-road

Com 3,65 metros de comprimento, o Jimny Sierra é menor até que hatches como o Onix. Na comparação com o Chevrolet, 50 cm menor. As dimensões compactas são perfeitas para ruas estreitas e vagas pequenas nas cidades. Só que manobrá-lo não é tão fácil. A direção é assistida, mas muito mais ríspida que a de carros de passeio ou SUVs convencionais.

Continua após a publicidade
Imagem
Imagem: Rafaela Borges/UOL

É um modelo lento para acelerar e fazer retomadas. Além disso, na hora de viajar, o ideal é ir apenas dois. O porta-malas tem 87 litros. Acomoda no máximo uma mala pequena (15 kg) e uma mochila. Dá para ampliar, empurrando o banco traseiro para frente e formando um assoalho plano.

Por isso, o melhor do Jimny Sierra, mesmo na versão 4Style, está no off-road. O jipe tem 38 graus de ângulo de entrada, 28 de saída e 21,3 cm de vão livre do solo. Seu sistema de tração 4x4 temporária tem alta, reduzida e bloqueio do diferencial.

Inclusive, o acionamento do sistema é manual, por meio de alavanca no console central. Essa solução é muito apreciada pelos trilheiros mais puristas. O Jimny Sierra é um jipe que, na terra, enfrenta qualquer terreno. Algo como um Wrangler menor e (bem) menos sofisticado e tecnológico.

Vale a pena?

Mas vale pagar R$ 24 mil a mais que no Renegade 4x4 por um modelo menor, além de menos confortável e tecnológico? Se você é trilheiro experiente, que busca aventuras pesadas e quer ter apenas um carro, sim. O Jimny Sierra 4Style é capaz de ir a locais em que o Jeep não chega, e trazendo uma dose de versatilidade para o cotidiano.

Continua após a publicidade
Imagem
Imagem: Rafaela Borges/UOL

Mas se você é um aventureiro eventual, que faz trilha de vez em quando e nunca vai a locais que exigem um 4x4 tão parrudo, fique com o Renegade. O Jeep pode não ser um Suzuki no quesito robustez, mas dá conta do recado em várias situações - com o modelo, já percorri até, sem percalços, as dunas do Ceará. E isso com muito mais conforto no dia a dia.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes