PUBLICIDADE
Topo

Infomoto

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Triumph confirma novas motos clássicas para o Brasil; veja o que mudou

As novas clássicas modernas da marca inglesa (da esq. para a dir.): Bonneville T 120, Bonneville T 120 Black, Bonneville T 100, Street Twin, Bobber e Speedmaster - Divulgação
As novas clássicas modernas da marca inglesa (da esq. para a dir.): Bonneville T 120, Bonneville T 120 Black, Bonneville T 100, Street Twin, Bobber e Speedmaster
Imagem: Divulgação
Arthur Caldeira

Arthur Caldeira, jornalista e motociclista (necessariamente nessa ordem) fundador da Agência INFOMOTO. Mesmo cansado de ouvir que é "louco", anda de moto todos os dias no caótico trânsito de São Paulo.

Colunista do UOL

27/02/2021 04h00

A Triumph confirmou o lançamento de sua renovada linha de motocicletas clássicas para o segundo semestre no Brasil. Os modelos ganharam melhor desempenho, mudanças visuais, além de melhorias e diversos acessórios, para que os proprietários customizem suas motos.

Segundo a subsidiária da Triumph no Brasil, os novos modelos da família Bonneville começam a ser montados na fábrica de Manaus (AM) em junho e devem chegar às concessionárias em seguida. Atualmente, a marca inglesa comercializa oito modelos chamados de "clássicas-modernas" no país. Eles representam 25% das vendas da marca no mercado nacional.

Por enquanto, foram mostradas as renovadas Bonneville T 120 e T 120 Black, a Bonneville T 100, a Street Twin, a Bobber e a Speedmaster (que ainda não é vendida aqui). A nova geração dos modelos Scrambler - de 1.200 cc e 900 cc - serão apresentadas somente em abril, mas também devem vir ao Brasil.

Veja o que mudou nos modelos clássicos que a marca inglesa apresentou mundialmente nesta semana.

Bonneville T120

Bonnie T 120 - Divulgação - Divulgação
Triumph Bonneville T 120 ficou 7 kg mais leve e ganhou piloto automático de série
Imagem: Divulgação

Inspirada na lendária Triumph Bonneville de 1959, a T 120 tem o visual mais clássico da linha. O modelo usa o motor de dois cilindros e 1.200 cc que foi aprimorado para poluir menos e atender às regras de emissão da Euro 5. O bicilíndrico também recebeu um novo virabrequim mais leve, para proporcionar uma resposta mais instantânea ao acelerador, mas o desempenho não foi alterado. Ainda produz 80 cv de potência máxima a 6.550 rpm e excelentes 10,7 kgf.m de torque máximo já a 3.500 giros.

freio bonnie t 120 - Divulgação - Divulgação
Bonneville T 120 também ganhou novas rodas, de alumínio, e freios Brembo mais potentes
Imagem: Divulgação

Além de algumas mudanças visuais, no painel e no emblema do tanque, a Bonneville T 120 e a T 120 Black trazem agora cruise control (piloto automático) de série. Freios ABS, controle de tração e modos de pilotagem completam o pacote tecnológico dessa "clássica-moderna".

Outra novidade bem-vinda foi a redução do peso em sete quilos com a adoção de novas rodas e materiais. Vale destacar ainda os freios Brembo com duplo disco na dianteira e pinças deslizantes de dois pistões. Atualmente, a Triumph vende apenas a versão Black da T 120 no Brasil, com preço a partir de R$ 54.990.

Bobber

Bobber 2021 - Divulgação - Divulgação
Nova Triumph Bobber ganhou roda aro 16 e novas suspensões na dianteira
Imagem: Divulgação

A mais estilosa da família traz no nome sua inspiração: os modelos Bobber têm pneus largos, banco solo e rabeta minimalista. Também equipada com o motor de dois cilindros, 1.200 cc e arrefecimento líquido, que sofreu mudanças internas para emitir menos gases poluentes e entregar os 10,8 kgf.m de torque máximo de forma mais suave e linear. A potência máxima é de 78 cv.

Na parte ciclística, a Bobber assumiu as melhorias da versão Bobber Black, vendida hoje no Brasil por R$ 58.990. Ou seja, ganhou roda aro 16 com pneu mais largo e um garfo Showa com tubos de 47 mm, na dianteira. O tanque de combustível passou de 9,1 litros para 12 litros de capacidade.

Bobber tanque 12 litros - Divulgação - Divulgação
Tanque da Bobber passou de 9,1 litros para 12 litros de capacidade
Imagem: Divulgação

O painel também sofreu mudanças, mas o pacote tecnológico com ABS, controle de tração e dois modos de pilotagem foi mantido. Visualmente, o motor ganhou pintura escura e a Bobber convencional se aproximou da sua versão Black que, aparentemente, foi aposentada.

Street Twin

Modelo de entrada e também o mais vendido da família de clássicas, a Street Twin mistura linhas modernas com o visual retrô. Suas rodas de lige-leve agora têm novo desenho, mas mantiveram os bons pneus Pirelli Phantom Sportscomp.

Street Twin 2021 - Divulgação - Divulgação
Triumph Street Twin ganhou novas rodas e o motor de 900 cc foi modificado para poluir menos
Imagem: Divulgação

O motor de dois cilindros tem 900 cc, refrigeração líquida e produz 64 cv de potência máxima a 7.500 rpm. Mas é o bom torque de 8,16 kgf.m disponível desde os baixos giros que fazem dela uma moto divertida e fácil de pilotar. Para ajudar os iniciantes e garantir a segurança dos mais experientes, a clássica de entrada traz controle de tração comutável, freios ABS e dois modos de pilotagem.

banco street twin - Divulgação - Divulgação
Street Twin traz rodas de lige-leve com novo desenho e assento mais confortável
Imagem: Divulgação

O assento ficou mais baixo - 765 mm de chão - e confortável, corrigindo um "problema" da Street Twin atualmente vendida no Brasil. Sua espuma está 10 mm mais espessa, para garantir o conforto em passeios mais longos. O modelo tem agora três opções de cores, pelo menos, no exterior: azul cobalto, cinza fosco e preto metálico.

Sua versão mais clássica, a Bonneville T 100, que usa o mesmo motor de 900 cc, também foi atualizada e deve vir ao País no segundo semestre, juntamente com os outros modelos da família de "clássicas-modernas" da Triumph.