PUBLICIDADE
Topo

Infomoto

Yamaha NMax 160 2021 chega em dezembro por R$ 14.990; veja tudo que mudou

Scooter ganhou design novo, motor mais econômico com sistema Stop & Start e chave de presença - Divulgação
Scooter ganhou design novo, motor mais econômico com sistema Stop & Start e chave de presença Imagem: Divulgação
Arthur Caldeira

Arthur Caldeira, jornalista e motociclista (necessariamente nessa ordem) fundador da Agência INFOMOTO. Mesmo cansado de ouvir que é "louco", anda de moto todos os dias no caótico trânsito de São Paulo.

Colunista do UOL

10/11/2020 20h14

A nova Yamaha NMax 160 chega ao país com novo visual, motor mais econômico e chave de presença, entre outras novidades. A NMax 160 ABS 2021 chega às concessionárias Yamaha em dezembro com preço sugerido de R$ 14.990 (sem frete). O aumento é de cerca de 8%, ou seja, R$ 1.200 a mais do que o modelo atual.

NMAX preta - Divulgação - Divulgação
Yamaha NMax 160 2021 foi totalmente renovada: quadro, motor, design, rodas e suspensões
Imagem: Divulgação

"Não se trata apenas de um face-lift, mas sim de uma completa renovação", afirma Helio Ninomyia, gerente executivo de Marketing, Planejamento e Treinamento da Yamaha. A scooter de 160cc traz quadro, motor, suspensões e rodas novas, além de itens inéditos, como Smart Key (chave de presença) e tomada 12V. Confira tudo o que mudou na NMax 160 2021.

Design

A scooter da Yamaha ganhou linhas mais orgânicas, ou seja, arredondadas, além de faróis e lanterna em LED. O conjunto ótico dianteiro ficou menor e a lanterna traseira lembra a da XMax 250.

nmax 160 lanterna traseira - Divulgação - Divulgação
Farol e lanterna agora são de LED; novas carenagens deixaram a NMax 2021 mais "encorpada"
Imagem: Divulgação

As setas dianteiras ficam em uma posição mais baixa, mas assim como as traseiras, usam lâmpadas convencionais. O pequeno para-brisa foi mantido, mas também perdeu o vinco. Em geral, o visual está mais moderno, mas sem perder sua identidade visual.

Motor

O monocilíndrico de exatos 155 cm³ manteve a mesma configuração, com arrefecimento líquido e comando de abertura das válvulas variável, mas sofreu mudanças internas. Com isso, ganhou um pouco mais de potência: passou de 15,1 cv para 15,4 cv a 8.000 rpm. Já o torque caiu de 1,5 kgf.m para 1,4 kgf.m a 6.000 giros.

NMax lateral - Dviulgação - Dviulgação
Motor da NMax ficou mais potente: agora produz 15,4 cv de potência máxima a 8.000 rpm
Imagem: Dviulgação

Mas a grande novidade é mesmo o sistema que a Yamaha chama de Stop & Start, que identifica quando a scooter faz uma parda mais longa e automaticamente desliga o motor, reduzindo o consumo de combustível e emissão de poluentes. O motor volta a funcionar quando o condutor gira a manopla do acelerador. Assim como na concorrente Honda PCX 150, o sistema pode ser ativado ou desativado por meio de um botão no punho.

Novo painel digital

O painel de instrumentos da nova NMax 160 ABS é 100% digital, com display maior e com melhor distribuição das informações. Além disso, a iluminação é em LED e a lente tem um acabamento especial que elimina reflexos, contribuindo para a ótima visibilidade.

painel nmax 160 - Divulgação - Divulgação
Painel digital é maior e mais fácil de visualizar as informações
Imagem: Divulgação

Outra novidade é o acesso às funções do painel. Na nova geração da scooter, tudo é feito através de um botão na parte de trás do punho esquerdo, sem a necessidade de retirar as mãos do guidão.

Smart Key

Uma boa novidade para quem usa a scooter no dia a dia é a Smart Key, a chave de presença. Não existe uma chave para colocar na ignição, basta levar a Smart Key para dar a partida, abrir o banco ou o tanque de combustível e travar o guidão. Um item de praticidade muito bem vindo e que equipara o modelo às concorrentes e segue a linha do XMax 250.

Porta-objetos e tomada 12V

A NMax 160 tem bom espaço sob o assento, com capacidade para 25 litros, onde cabem um capacete integral e outros pequenos objetos. A abertura agora é feita através de um botão junto à chave seletora que liga a scooter. O compartimento trava automaticamente com o distanciamento da Smart Key.

porta-luvas nmax - Divulgação - Divulgação
Praticidade: além da Smart Key, nova NMax 160 tem porta-luvas com tampa e tomada 12V para carregar o smartphone
Imagem: Divulgação

A novidade fica por conta dos dois porta-objetos na parte traseira do escudo frontal. Um deles tem tampa, enquanto o outro, do lado esquerdo, é aberto e oferece uma tomada 12 V para carregar o smartphone.

Tanque maior

O tanque de combustível teve sua capacidade ampliada de 6,6 litros para 7,1 litros de gasolina. A tampa também é nova e sua abertura é feita na chave seletora que liga a scooter. Vale ressaltar que, quando a nova NMax 160 está desligada, a tampa fica travada, impedindo sua abertura.

Suspensões e rodas

As rodas de liga-leve ganharam um novo desenho e ficaram mais leves. Têm 13 polegadas de diâmetro e são calçadas com pneus sem câmara (110/70 na dianteira e 130/70 na traseira). Destaque para o sistema de freios com disco nas duas rodas e ABS de dois canais, que evita o travamento das rodas em frenagens mais bruscas ou no piso escorregadio.

Conforto NMax 160 - Divulgação - Divulgação
Conforto: assento foi redesenhado e plataforma tem mais espaço para os pés na NMax 160 2021
Imagem: Divulgação

Segundo a Yamaha, os amortecedores traseiros com curso de 90 mm receberam nova calibragem, para absorver melhor as irregularidades do piso. Já o garfo dianteiro, com curso de 100 mm, ganhou acerto mais macio, que também privilegia o conforto.

Mais espaço para os pés

Por falar em conforto, a NMax 160 2021 atendeu ao pedido dos proprietários da geração atual. Graças ao novo chassi, o túnel entre as pernas está mais estreito, e a plataforma para apoiar os pés está 5 mm mais larga. O assento também foi remodelado e ganhou formato mais anatômico e alongado.

Cores e garantia

nmax 160 frente - Divulgação - Divulgação
Yamaha NMax 160 2021 ficou cerca de 8% mais cara que a atual geração; preço sugerido é de R$ 14.990, sem frete
Imagem: Divulgação

A scooter Yamaha NMax 160 2021 chega às lojas no próximo mês, com três opções de cores: azul-marinho metálico, branco perolizado e preta fosca. O preço público sugerido é de R$ 14.990, mas não inclui o frete, o que pode fazer com que o preço final varie conforme a região. A garantia é de quatro anos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.