PUBLICIDADE
Topo

Coisa de Meninos Nada

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Por que peças do seu carro não precisam ser substituídas só por originais

Conteúdo exclusivo para assinantes
Thais Roland

Thais Roland é técnica em Manutenção Automotiva e apaixonada pela graxa. Com seu canal no YouTube 'Coisa de Meninos Nada', busca informar, orientar e dar suporte em relação a dúvidas e neuras sobre o mundo dos carros

Colunista do UOL

13/07/2021 08h30

Hoje falaremos sobre palhetas, mas apenas para usar como exemplo, já que ensinei a vocês anteriormente como trocá-las e alguns cuidados necessários.

Vocês já sabem que temos um Volkswagen Fox aqui em casa, o Raposinha, que está com palhetas originais. Óbvio que não são as que saíram da fábrica com ele, porque o carro é de 2009, mas são as peças de reposição originais.

Sempre digo a vocês para respeitarem as especificações do fabricante com relação às manutenções, especialmente quando o item é algum fluido do carro.

Agora vejam esse caso. As palhetas de reposição originais quebraram de uma maneira que acioná-las é pior do que deixar o parabrisa molhar. Sendo assim, efetuo a substituição por itens não originais, mas que são fabricadas por uma empresa referência no mercado automotivo.

Usar produto não original, mas que tem a qualidade atestada e que segue as especificações do fabricante, não tem absolutamente nenhum problema. Pelo contrário, pode trazer benefícios ao seu veículo e, às vezes, custa menos que peças originais. Pesquisar é sempre importante para ter certeza de comprar um produto com boa reputação e com avaliações de quem já testou.

Atualmente temos diversos recursos na Internet para pesquisar a qualidade dos produtos, com opiniões de quem já usou e também de especialistas, além de poder filtrar as lojas com melhores preços para você mesmo adquirir a peça e não ter que pagar uma porcentagem para oficina que oferece para comprar o item por você.

Como disse no início, as palhetas são apenas um exemplo. É possível substituir qualquer item do carro por "não originais" desde que, reforço, sigam as especificações do fabricante do seu carro e tenham boa procedência.

Agora me conte nos comentários que peças você prefere colocar originais e quais você escolhe por afinidade com a marca ou algum outro motivo.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL