PUBLICIDADE
Topo

Coisa de Meninos Nada

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Carros tecnológicos: ainda dá para fazer a manutenção em casa?

Conteúdo exclusivo para assinantes
Thais Roland

Thais Roland é técnica em Manutenção Automotiva e apaixonada pela graxa. Com seu canal no YouTube 'Coisa de Meninos Nada', busca informar, orientar e dar suporte em relação a dúvidas e neuras sobre o mundo dos carros

Colunista do UOL

29/06/2021 04h00

Estamos vendo carros com cada vez mais eletrônica embarcada, e isso tem complicado a vida de quem gosta de mexer no veículo na garagem - e também, por mais absurdo que possa parecer, de algumas oficinas mecânicas.

Aqui temos um Fox 2009 cujas manutenções são feitas, quase todas, aqui em casa mesmo, com meia dúzia de ferramentas. Uma troca de pastilhas de freio, por exemplo, é simples, rápida e puramente mecânica - ou seja, só preciso de ferramentas tradicionais.

Mas se você escolher comprar um Honda Civic 2021, já não consigo fazer a manutenção sem um equipamento eletrônico. É necessário o uso de um scanner para recolher os pistões das pinças de freio antes de colocar as pastilhas novas - o que, no Fox, faço com um simples sargento.

Com o tempo o mercado de ferramentas acabará providenciando soluções de baixo custo e esse tipo de manutenção voltará a ser acessível para os "hobbistas". Porém, até lá é preciso redobrar a atenção ao escolher o profissional que lidará com o seu carro.

É importante ter certeza de que a oficina conta com os equipamentos, além dos treinamentos apropriados dos profissionais para reparar os carros com as novas tecnologias. Um funcionário despreparado pode causar danos graves em um sistema que não conhece - ou quando não possui as ferramentas certas, mas se atreve a dar um jeito com as que tem.

Usar a concessionária pode ser uma opção, mas já mostramos que fazer manutenção em oficina independente costuma sair mais barato que na rede autorizada. Lembrando que é sempre importante seguir o plano de manutenções preconizado pelo fabricante, além de ter as notas fiscais de tudo para comprovar e não perder a garantia do carro.

E você? Já baixou um app para ler os códigos de erro do seu carro em casa ou deixa toda a manutenção na mão do mecânico? Conte para mim aqui nos comentários.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL