PUBLICIDADE
Topo

Coisa de Meninos Nada

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Fiat Marea é um "carro-bomba"? Por que rei dos memes ganhou fama injusta

Thais Roland

Thais Roland é técnica em Manutenção Automotiva e apaixonada pela graxa. Com seu canal no YouTube 'Coisa de Meninos Nada', busca informar, orientar e dar suporte em relação a dúvidas e neuras sobre o mundo dos carros

Colunista do UOL

11/05/2021 04h00

O objeto de estudos de hoje é o Fiat Marea, que tem fama de ser um "carro bomba". Mas será que o problema era mesmo o carro?

A culpa pela má fama vem em grande parte dos donos de Mareas, que negligenciavam a manutenção que o carro exigia. Sempre ressalto nos vídeos a importância de seguir as especificações do fabricante que constam no manual do proprietário.

Só para citar um exemplo, o Marea usa óleo lubrificante semi-sintético para o motor, com viscosidade 10w40 ou 15w40, com grau de aditivação (API) SL. Esses elementos definem o desempenho do óleo lubrificante, que é casado com as características funcionais do motor.

Se hoje o pessoal acha óleo semi-sintético caro, imagina em 1998, quando o Marea chegou por aqui. Então os "entendidos" resolviam que esse detalhe era frescura e colocavam óleo mineral, em geral o 20w50 SJ, muito comum na época, e que não atendia as necessidades do motor do carro, por causa de folgas internas do motor e sua temperatura de trabalho, entre outras coisas.

É óbvio que, depois de um tempo, o carro começava a apresentar problemas. Agora me digam vocês: de quem é a culpa? Desafio vocês a responderem nos comentários!

Escolhi o Marea para dar um exemplo lendário de negligência com manutenção. Mas, se formos analisar, qualquer carro pode virar um Marea. Qualquer coisa usada de maneira inadequada, sem seguir a orientação pelo fabricante, dará problema.

Na hora de comprar um carro, tão importante quanto o valor dele é analisar quais serão suas despesas com manutenção. Se não couberem no seu bolso, o carro acabará levando a fama de problemático, uma vez que você vai procurar "jeitinhos" de mantê-lo funcionando.

E aí? Mudei sua opinião sobre o Marea? Eu espero que sim! Conte para mim aqui nos comentários.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL