Topo

Coluna

Caçador de Carros


Caçador de carros: dinheiro curto? Saiba fazer bons negócios com R$ 20 mil

Peugeot 207 pode ser uma das boas opções atualmente. Leia e entenda - Divulgação
Peugeot 207 pode ser uma das boas opções atualmente. Leia e entenda
Imagem: Divulgação
Felipe Carvalho

Felipe Carvalho é administrador de empresas, consultor e primeiro "caçador de carros" profissional do país. Seu canal no YouTube dedicado a avaliações de achados automotivos tem mais de 100 mil inscritos. www.youtube.com/CarrosdoPortuga

Colaboração para o UOL, em São Paulo (SP)

07/01/2019 13h05

Ter paciência, saber qual será o uso do carro e focar nos equipamentos corretos são boas dicas iniciais. Veja os macetes

Uma das características do mercado de carros usados é que ele atinge a todos os gostos e bolsos. Porém, quanto menor o valor disposto, mais difícil fica de se fazer bons negócios.

De maneira subjetiva, tenha em mente que o mínimo que se deve ter para comprar um carro é algo em torno de R$ 10 mil. Não consigo acreditar que um bom carro pode ser comprado por menos que isso. Ainda assim, o comprador que tenha apenas essa quantia vai precisar de muita paciência para procurar e encontrar o carro certo. 

Subindo R$ 5 mil nesse orçamento, já é possível sonhar com alguns carros mais completos, com os opcionais mais desejados, como ar-condicionado e direção hidráulica. Porém, a tarefa de encontrar um bom carro continuará difícil: infelizmente a maioria dos motoristas tem pouco zelo por seus carros.

Assim, a faixa ideal para uma compra com o mínimo de investimento e boa variedade de opções é a dos R$ 20 mil. Claro, para que você consiga fazer um bom negócio é preciso escolher o modelo certo. Imagino que a pessoa que tem esse orçamento limitado, dedicou meses de trabalho para conseguir juntar esse dinheiro, portanto não pode errar na compra. 

Como não errar na escolha

Primeiro passo é identificar seu perfil e suas necessidades. Depois de escolhido o modelo, é importante pesquisar bem nos classificados e fazer os filtros certos.

Atenção: de nada adianta comprar um belo carro importado antigo, que pode sim ser encontrado por R$ 20 mil, mas que tem manutenção equivalente a um carro que custa 10 vezes mais. Na primeira visita ao mecânico, você vai querer se desfazer do carro. 

O ideal é pensar em carros nacionais, que compartilham a mecânica com vários outros carros. Sendo assim, mesmo um carro mais antigo que já tenha saído de linha, não terá dificuldade para conseguir peças de reposição. Recomendo que não dê tanta atenção a quilometragem do carro, pois nem sempre o menos rodado é a melhor opção.

Sobre as cores, evite escolher a sua favorita, pois você pode deixar de comprar um excelente carro só por causa dela. Deixe para escolher a cor quando você for comprar um carro zero-quilômetro.

Já os opcionais, escolha apenas ar-condicionado e direção hidráulica, que são equipamentos caros e que dificilmente você vai querer investir numa futura instalação. É o contrário dos vidros e travas elétricas, que são bem mais simples e baratos de instalar depois, por isso dá para abrir mão desses itens na hora de filtrar os anúncios.

Quanto ao preço, fuja dos anúncios muito baratos, com valores bem abaixo da média de mercado. Nesses casos, pode certeza que tem algo de errado. 

Na hora que for entrar em contato com o vendedor, é importante saber a procedência do carro e se tem histórico de manutenção. Não dá para comprar um carro usado, ainda mais nessa faixa de preço, sem saber o que já foi trocado nele.

Escolhido o pretendente, é bom que você vá acompanhado de alguém sem apelo emocional com a compra, seja um profissional ou algum amigo que entenda um pouco de carro. Tenha em mente que as chances de reparos estéticos são grandes, portanto tolere possíveis retoques de pintura e serviços de funilaria. 

Caso tenha gostado do carro e o mesmo tenha passado em todos os testes da avaliação, é interessante que você peça uma avaliação nessas empresas de vistoria. Ali é possível comprovar se a procedência do carro é boa, além de saber se ele sofreu alguma batida que tenha afetado a estrutura. Se estiver acompanhado de um profissional, certamente ele saberá verificar todos esses pontos e vai te dizer se é uma boa compra ou não.

O que escolher

- Peugeot 207

Se você é daqueles que prefere que o carro seja o mais novo possível, os melhores são os carros da linha Peugeot 207. Nessa faixa de preço é possível comprar um 207 hatch, modelo 2013, com motor 1.4 e com os principais equipamentos. Se quiser um motor mais potente ou mais espaçoso, há modelos mais antigos com motor 1.6 e carrocerias sedã e perua. Só não recomendo os que tenham câmbio automático, que infelizmente apresentam muitos problemas.

Para quem ainda acredita que a manutenção dos carros franceses é muito cara, eu garanto que não é nada muito diferente de qualquer outro carro dessa categoria. A vantagem desses carros está no preço e no que eles entregam por esse valor.

Recentemente, intermediei a venda de uma perua 207 SW Escapade, modelo 2010, com motor 1.6 e câmbio manual, de um único dono e com 60 mil quilômetros. O comprador certamente fez um excelente negócio.

- Outras opções

Boas recomendações são o Ford Fiesta, Renault Sandero ou Logan, e Volkswagen Gol, Fox ou Polo, todos com motor 1.6. Já com motor 1.4, temos o Fiat Palio e o Chevrolet Corsa.

Todos esses carros têm manutenção simples e barata, com conjuntos mecânicos que venderam aos milhões. Claro que você também pode optar por um desses carros com motor 1.0, mas a diferença de consumo é tão pequena que não compensa.

Um degrau acima

- Toyota Corolla ou Honda Civic

Caso queira um pouco mais de luxo ou requinte, recomendo dois sedãs médios que certamente são os melhores na faixa dos R$ 20 mil. Estou falando do Toyota Corolla e do Honda Civic, ambos bem mais antigos, perto do início dos anos 2000. A tarefa de encontrar um desses em bom estado é difícil, mas quando encontra, vale a pena investir nesses antiguinhos.

E a maioria saiu com câmbio automático, que nesses casos não têm nenhum problema por serem bem robustos. 

No fim das contas, com um pouco de paciência, é certo que é possível comprar um excelente carro usado, que atenda todas suas necessidades, gastando apenas R$ 20 mil.