PUBLICIDADE
Topo

Nivus Highline é bom de guiar, moderno e deve virar SUV mais vendido da VW

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo (SP)

03/07/2020 04h00

Resumo da notícia

  • SUV cupê estará nas lojas em julho em duas versões de acabamento
  • Versão avaliada foi a Highline, que sai por R$ 98.290
  • Nivus tem bom desempenho, conteúdo e design ousado

Ditar tendências não faz parte da filosofia da Volkswagen nos últimos anos. Tradicionalmente conhecida por largar atrás em vez de inaugurar segmentos, a empresa abriu uma bem-vinda exceção com o Nivus.

Pioneiro do segmento de SUVs cupês compactos, o carro promete agitar o já aquecido mercado de utilitários esportivos. Até porque concorrente direto ele não tem: o Nivus vai enfrentar modelos mais baratos na categoria de SUVs compactos, como Ford EcoSport e Honda WR-V.

Mas há quem diga que a briga do Nivus será com um modelo muito familiar: o T-Cross. Será que o Nivus tem cacife para vender bem e, de quebra, ainda desbancar seu irmão mais velho? É isso que você vai descobrir na avaliação de UOL Carros!

Divulgação

Volkswagen Nivus

Preço

R$ 98.210
Carros
4,4 /5
USUÁRIOS
2,2 /5
ENTENDA AS NOTAS DA REDAÇÃO

Apesar de ser um motor turbo, os números são apenas razoáveis

Mesmo sem ter a disposição do motor 1.4 TSI, o 1.0 turbo não faz feio e satisfaz o motorista

Diferente de tudo que existe na VW, o Nivus é um SUV cupê sem ser desproporcional e deve atrair muitos clientes pelo do visual

Pacote de itens de série da versão Highline é muito bom e traz a eficiente central VW Play

Por ser feito sobre a base do Polo, o Nivus é tão espaçoso quanto um hatch, embora tenha um porta-malas maior do que o T-Cross

Assim como outros modelos da VW, o Nivus oferece as três primeiras revisões grátis

Além dos 6 airbags, o modelo vem com piloto automático adaptativo, frenagem pós-colisão e sensor de fadiga

Pontos Positivos

  • Design e itens de série

Pontos Negativos

  • Acabamento e espaço interno

Veredito

Fazia algum tempo que a VW não tinha um produto tão acertado como o Nivus. Bonito e bem equipado, o modelo é bom de dirigir como um Polo e não sente falta de um motor mais potente. Espaço interno não é seu forte, embora o porta-malas seja generoso. E o acabamento interno poderia ser um pouco melhor. Mesmo assim, além de inaugurar o segmento de SUVs cupês compactos no país, o Nivus deve ser um sucesso de vendas.

Nivus 1 - Simon Plestenjak/UOL - Simon Plestenjak/UOL
Desenhado no Brasil, Nivus tem elementos de ousadia na dianteira
Imagem: Simon Plestenjak/UOL

Se o design é um dos fatores mais importantes na decisão de compra de um carro, então o Nivus está bem na fita. O projeto da equipe chefiada por JC Pavone (que revelou bastidores do projeto em entrevista exclusiva a UOL Carros) está entre os mais felizes já realizados pela Volkswagen no Brasil, na modéstia opinião deste que vos escreve.

Não há (quase) nada de Polo no seu estilo. O SUV mescla a tradicional identidade visual da VW com elementos disruptivos, como o desenho da parte inferior do para-choque dianteiro.

Há espaço para soluções simples e criativas, como o spoiler traseiro que "disfarça" a queda abrupta em direção à traseira, marca registrada (e controversa) dos SUVs cupês. No geral, é praticamente impossível notar que algumas partes da carroceria vieram justamente do Polo, como as portas dianteiras e o teto.

Nivus 2 - Simon Plestenjak/UOL - Simon Plestenjak/UOL
Estilo do SUV cupê é harmonioso, algo raro em carros desta categoria
Imagem: Simon Plestenjak/UOL

As lanternas interligadas seguem o padrão do T-Cross - e de outros projetos da VW. Outro elemento comum aos dois SUVs é o logotipo com o nome do veículo em posição central.

Por dentro, o Nivus adota o mesmo painel do Polo, com exceção da tela de 10,1 polegadas da central multimídia VW Play. O volante é idêntico ao do Golf europeu. Tem ótima empunhadura e, se você gostou dele, não será preciso comprar um Nivus: provavelmente ele estará em quase toda a linha VW dentro de poucos meses.

Nivus 3 - Simon Plestenjak/UOL - Simon Plestenjak/UOL
Atrás, a inspiração foi o T-Cross
Imagem: Simon Plestenjak/UOL

Como é feito sobre a base do Polo, o Nivus tem espaço interno semelhante ao do hatch - ao contrário do T-Cross, que aproveita a base do Virtus e entrega mais espaço no banco de trás.

O porta-malas, porém, é maior: são 415 litros no Nivus contra 373 litros do T-Cross.

Nivus 4 - Simon Plestenjak/UOL - Simon Plestenjak/UOL
Motor 1.0 TSI entrega até 128 cv com etanol no tanque
Imagem: Simon Plestenjak/UOL

Foi uma decisão estratégica da VW a de oferecer o Nivus apenas com o motor 1.0 turbo. Assim, a empresa tenta evitar uma possível "canibalização" (termo utilizado quando um modelo rouba as vendas do outro) que prejudicaria o T-Cross.

De toda maneira, a escolha não atrapalha o desempenho do estreante. Entregando até 128 cv quando abastecido com etanol e 116 cv se movido a gasolina, o motor turbinado impulsiona o Nivus sem dificuldades.

Seu comportamento dinâmico lembra muito o do Polo, até porque o SUV cupê é 52 quilos mais pesado do que um Polo - e 53 quilos mais leve do que o T-Cross. A suspensão elevada em 2,7 centímetros e os pneus mais altos não interferem na estabilidade, que já é boa mesmo no T-Cross e elogiável no Polo.

O problema é que, mesmo sendo um legítimo representante do downsizing, o Nivus não é tão econômico quanto poderia ser. Números do Inmetro indicam médias de 7,7 km/l na cidade e 9,4 km/l na estrada com etanol, subindo para 10,7 km/l na cidade e 13,2 km/l na estrada quando abastecido com gasolina.

Nivus 5 - Simon Plestenjak/UOL - Simon Plestenjak/UOL
Reconhece este painel? Pois é: ele é quase idêntico ao do Polo
Imagem: Simon Plestenjak/UOL

Ao preço de R$ 98.290, a configuração Highline inclui seis airbags, controles de estabilidade e de tração, ar-condicionado digital, piloto automático adaptativo, frenagem automática pós-colisão, chave presencial, bancos com revestimento em couro, rodas de liga leve de 17 polegadas, central multimídia VW Play com tela tátil de 10,1 polegadas, painel de instrumentos digital, acendimento automático dos faróis, sensor de chuva, detector de fadiga, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros e volante multifuncional com revestimento de couro sintético e aletas para trocas de marchas.

Opcionalmente, a fabricante oferece apenas um pacote chamado Launching Edition (R$ 1.700), que inclui detalhes externos na cor preta e a cor especial (que pode ser a Vermelho Sunset ou a bela Cinza Moonstone da unidade cedida para avaliação).

Nivus 6 - Simon Plestenjak/UOL - Simon Plestenjak/UOL
Consumo do Nivus poderia ser melhor
Imagem: Simon Plestenjak/UOL

Assim como outros modelos da VW, o Nivus terá as três primeiras revisões gratuitas. A montadora ainda não divulgou os valores sugeridos das demais revisões.

Quanto à segurança, o Nivus Highline manda muito bem ao trazer 6 airbags, piloto automático adaptativo (capaz de acelerar ou frear o veículo de acordo com a distância programada pelo motorista), controles de estabilidade e de tração, bloqueio eletrônico do diferencial e assistente de partida em rampas.

Nivus 7 - Simon Plestenjak/UOL - Simon Plestenjak/UOL
Nivus vai encarar modelos como Honda WR-V e Ford EcoSport
Imagem: Simon Plestenjak/UOL

Sem concorrentes diretos em um primeiro momento, o Nivus voltará suas atenções para as versões mais baratas dos SUVs compactos e aventureiros.

Assim, Ford EcoSport, Nissan Kicks e Honda WR-V surgem como principais rivais, embora as configurações de entrada de modelos como Jeep Renegade, Hyundai Creta e Honda HR-V (apenas para citar alguns exemplos) também estão na mira. No andar de cima, a preferência da VW ainda é pelo T-Cross.

A vida do Nivus, porém, não será mansa por muito tempo. Em 2021, a Fiat deve lançar um inédito SUV cupê compacto baseado no Argo para peitar o modelo da VW.

Enquanto isso não acontecer, quem quiser um utilitário esportivo com uma pegada mais urbana e não se encantar pelos hatches terá no Nivus uma boa opção.

Mecânica
  • Motorização

  • 1.0, 12V, 3 cilindros, turbo, flex

  • Combustível

  • Etanol / Gasolina

  • Potência (cv)

  • 128 / 116

  • Torque (kgf.m)

  • 20,4

  • Aceleração de 0 a 100 (segundos) (km/h)

  • 10

  • Velocidade máxima (km/h)

  • 189

  • Consumo cidade (km/l)

  • 7,7 / 10,7

  • Consumo estrada (km/l)

  • 9,4 / 13,2

  • Câmbio

  • automático de 6 marchas

  • Tração

  • dianteira

  • Direção

  • elétrica

  • Suspensão Dianteira

  • independente, McPherson

  • Suspensão Traseira

  • eixo de torção

  • Freios Dianteiros

  • discos ventilados

  • Freios Traseiros

  • discos sólidos

Pneus e Rodas
  • Pneus

  • 205/55 R17

  • Rodas

  • 17 polegadas

Dimensões
  • Altura (mm)

  • 1493

  • Comprimento (mm)

  • 4266

  • Entre-eixos (mm)

  • 2566

  • Largura (mm)

  • 1757

  • Ocupantes

  • 5

  • Peso (kg)

  • 1199

  • Porta-malas (L)

  • 415

  • Tanque (L)

  • 52

Preço das Revisões, Seguro e Garantia
  • 10.000 km

  • Gratuita

  • 20.000 km

  • Gratuita

  • 30.000 km

  • Gratuita

  • 40.000 km

  • n/d

  • 50.000 km

  • n/d

  • 60.000 km

  • n/d

  • Seguro

  • n/d

  • Garantia

  • 3 anos

Equipamentos
  • Airbags Motorista

  • Airbags Passageiro

  • Airbags Laterais

  • Airbags do tipo Cortina

  • Controle de Estabilidade

  • Controle de Tração

  • Freios ABS

  • Distribuição Eletrônica de Frenagem

  • Ar-Condicionado

  • Travas Elétricas

  • Ar Quente

  • Piloto Automático

  • Volante com Regulagem de Altura

  • Vidros Elétricos Dianteiros

  • Vidros Elétricos Traseiros

  • Central Multimídia

  • Rádio FM/AM

  • Entrada USB

  • Entrada Auxiliar

  • Banco de Couro

  • Banco do motorista com ajuste de altura

  • Desembaçador Traseiro

  • Computador de Bordo

  • Acendimento automático dos faróis

  • Faróis de neblina

  • Frenagem autônoma de emergência

  • Sensor de pressão dos pneus

  • Abertura elétrica do porta-malas

  • Faróis com regulagem de altura

  • Bloqueio do diferencial