PUBLICIDADE
Topo

Blocos de rua

Ele levou 5 mil à Paulista: "Pessoas estão sedentas por festas sem catraca"

Bloco Tarado Ni Você leva milhares para a Paulista - Joel Silva/Folhapress
Bloco Tarado Ni Você leva milhares para a Paulista
Imagem: Joel Silva/Folhapress

Jussara Soares

Colaboração para UOL

06/02/2017 16h57

Talvez você não tenha dado conta, mas, extraoficialmente, já é Carnaval. Ninguém mais liga para o feriado oficial ou o calendário de desfiles autorizado pela Prefeitura. Prova maior disso foi o ensaio aberto surpresa do bloco Tarado Ni Você que reuniu, segundo os produtores, cerca de 5 mil pessoas no túnel da Avenida Paulista na tarde de domingo (5). A apresentação foi produzida sem alarde e sem evento no Facebook convidando o público antecipadamente.

“As pessoas estão sedentas por Carnaval, por festas livre, sem catraca, sem pagar”, diz Rodrigo Guima, de 35 anos, fundador do bloco ao lado de Raphaela Barcalla e Thiago Borba. Ao final do dia, o trio ainda não acreditava no que tinha feito acontecer no Avenida Paulista.

O primeiro aviso na página do Tarado Ni Você, com data e local, sobre o que eles chamaram de “pocket show” foi colocado na rede social às 19h de sábado. Teve 641 curtidas e 45 compartilhamentos. No domingo, já passava das 12h, quando mandaram mais um recado para as pessoas “colarem” na Avenida Paulista com a Haddock Lobo, dentro do túnel. “Quem estava ligado na página foi, e era dia da Paulista aberta e as pessoas foram chegando”, diz Guima.

O grupo chegou ao local às 9h para montar os instrumentos, fazer passagem de som e a apresentação começou às 14h. O show era para ter durado uma hora, mas seguiu até às 17h. Os produtores do Tarado não pediram autorização da Prefeitura para a festa e se ampararam na lei dos artistas de rua para fazer o pocket show com uma banda de 15 pessoas. “Nós nos apresentamos como qualquer artista de rua. Só escolhemos um lugar que as pessoas ainda não estavam olhando. O túnel é maravilhoso e queríamos que virasse uma experiência para quem fosse”, explica.

De acordo com o Guima, o Tarado Ni Você tem como proposta sempre fazer ensaios pré-carnavalescos em locais públicos e de graça. Uma das propostas do grupo é fazer as pessoas a se reconectarem com lugares que elas não costumam frequentar. Nos últimos anos, o bloco já se apresentou na Praça Cornélia, na Lapa; no Elevado Presidente Goulart, o Minhocão; embaixo do Viaduto do Chá, no Vale do Anhangabaú, e na área do Parque Augusta, na Consolação.

“A nossa vontade é reconectar as pessoas com lugares rotulados como perigosos ou difíceis. E com a poesia do Carnaval, as pessoas querendo se divertir, elas vão e nada de desagradável acontece. Acreditamos nesse tipo de cidade, com ocupação de espaços públicos, que construímos nos últimos anos”, diz Guima.

O Tarado Ni Você desfila no dia 25 de fevereiro, no sábado de Carnaval. A concentração é a partir das 11h, na esquina da Avenida Ipiranga com São João. Neste ano, o grupo tem como tema “Tropifagia” em alusão aos 50 anos da Tropicália.  No repertório, apenas músicas de Caetano para embalar a multidão.

Em 2016, de acordo com estimativa da Prefeitura, o Tarado atraiu entre 30 e 35 mil pessoas. “Para esse ano, por causa da explosão do Carnaval, esperamos muito mais”, diz Rodrigo Guima, que garante que não estão mais previstos eventos surpresas até o desfile oficial. “Falta pouco para o Carnaval. Temos muito a produzir.”