PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Alta de casos da covid-19: tempo de isolamento é de 5, 7 ou 10 dias?

Getty Images
Imagem: Getty Images

Do VivaBem*, em São Paulo

06/06/2022 14h24Atualizada em 06/06/2022 18h19

Os casos de covid-19 estão em nova alta no Brasil. Segundo dados do Conass (Conselho Nacional de Secretários da Saúde), a média móvel de novos casos diários é de 31 mil. No final de abril, o índice era de 12 mil. Mas, afinal, quais as orientações de tempo de isolamento nesta altura da pandemia?

Desde janeiro, o Ministério de Saúde recomenda isolamento de sete dias após o início dos sintomas ou data do teste, se houver. É preciso estar sem febre, medicação e sintomas respiratórios para ser liberado. Caso persistam os sinais da doença, os protocolos precisam ser mantidos por mais três dias, completando o tempo padrão de 10 dias, explica a infectologista Raquel Stucchi, da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas).

Quem cumpriu isolamento por cinco dias e ainda tem sintomas também precisa seguir orientações específicas, para não espalhar a doença.

"O objetivo de manter quem tem exame de covid positivo em isolamento é bloquear a transmissão para pessoas próximas. O tempo foi mudando durante a pandemia, sempre com o objetivo de diminuir o risco", diz Stucchi.

Veja as recomendações para cada período de isolamento:

Isolamento de cinco dias

A pessoa só poderá sair do isolamento nesse prazo se no fim do quinto dia:

  • Não estiver com sintomas respiratórios nem febre há pelo menos 24 horas, sem tomar remédios antitérmicos para baixá-la;
  • Testar negativo com exames de PCR, antígeno ou autoteste.

Mesmo se a pessoa testar negativo, é indicado continuar adotando medidas adicionais, como trabalhar de casa, se puder, e usar máscara em locais com pessoas. Se o indivíduo ainda testar positivo, é necessário manter o isolamento até o décimo dia.

Outra observação é a necessidade em manter uso de máscara por ao menos 10 dias. "Aqueles que saírem antes desse período devem usar máscara PFF2, evitar locais fechados, sem ventilação natural, e evitar o contato com pessoas não vacinadas e com risco de agravamento da covid [como crianças, idosos e pessoas imunocomprometidas]", orienta Stucchi.

Isolamento de sete dias

Ao fim de sete dias, é possível sair do isolamento sem teste se o paciente:

  • Não estiver com sintomas respiratórios nem febre por pelo menos 24 horas;
  • Não tiver tomado remédio antitérmico há pelo menos 24 horas. Neste caso, não é necessário fazer teste para comprovar o negativo. Se os sintomas respiratórios ou febre persistirem no sétimo dia, o indivíduo deve seguir outras orientações.

Caso a pessoa teste negativo no sétimo dia, pode sair do isolamento, desde que o exame seja de PCR, antígeno ou autoteste e desde que aguarde 24 horas sem sintomas respiratórios ou febre e sem uso de antitérmico.

Isolamento de 10 dias

Se o teste der positivo no quinto ou no sétimo dia, a pessoa deve manter o isolamento até o décimo dia. Para sair da quarentena no décimo dia, é necessário:

  • Estar sem sintomas respiratórios e sem febre por pelo menos 24 horas;
  • Não ter utilizado antitérmico por pelo menos 24 horas.

Precisa continuar usando máscara?

Após o período de 10 dias, a recomendação é seguir as diretrizes de cada região sobre o uso de máscara. Na cidade de São Paulo, por exemplo, a prefeitura voltou a recomendar a utilização em espaços fechados.

Também é importante avaliar os riscos pessoais de exposição e, caso sejam altos, mantê-la. Entre eles, a possibilidade de contrair novamente o vírus ou infectar quem possa ter desfechos graves da covid-19.

*Com informações de reportagens publicadas em 21/01/22 e 03/06/22

Saúde