PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Bolsonaro sofre de obstrução intestinal; entenda o quadro

Giulia Granchi

Do VivaBem, em São Paulo

14/07/2021 16h45Atualizada em 16/07/2021 11h41

Após dias sofrendo com soluço persistente, o presidente Jair Bolsonaro foi diagnosticado com um quadro de obstrução intestinal e deverá ser transferido para São Paulo para possível cirurgia emergencial.

Caso aconteça, esse será o sétimo procedimento cirúrgico de Bolsonaro desde que recebeu uma facada em 2018, durante ato da campanha presidencial.

A obstrução intestinal ocorre quando há interferência nos impulsos que levam o bolo fecal em direção ao ânus, prejudicando ou interrompendo o trânsito no intestino. O presidente já havia apresentado o problema em setembro de 2018, após passar por uma cirurgia para corrigir uma distensão abdominal.

Na ocasião, explica a médica gastroenterologista Elaine Moreira, do Instituto Endovitta, a obstrução intestinal surgiu por causa de uma fístula —basicamente, um canal criado cirurgicamente para conectar vísceras (como o intestino) entre elas ou a vasos sanguíneos e outros órgãos. O quadro aparece mais frequentemente após procedimentos de urgência, como o realizado por Bolsonaro em 2018.

Principais sintomas de obstrução intestinal

  • Dor e inchaço abdominal;
  • Falta ou dimunuição do apetite;
  • Náuseas e vômitos;
  • Diarreia;
  • Intestino preso;
  • Gases;
  • Febre alta (apenas em casos graves).

Tratamento

É comum que obstruções gastrointestinais sejam tratadas com cirurgias. Em casos em que o procedimento cirúrgico não é recomendado — por outras questões de saúde do paciente— são administrados medicamentos ou realizados procedimentos para aliviar os sintomas causados pela obstrução, por exemplo:

  • Líquidos intravenosos;
  • Utilização de sonda nasogástrica;
  • Uso de um tubo expansível colocado na obstrução para facilitar o movimento do trato gastrointestinal;
  • Medicamentos para cessar a inflamação e a dor;

Saúde