PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Mais de 50% dos adultos de SP tomaram a 1ª dose da vacina, diz Doria

Governador de São Paulo, João Doria (PSDB) realizou coletiva de imprensa hoje para atualizar informações sobre imunização - Divulgação/Governo de São Paulo
Governador de São Paulo, João Doria (PSDB) realizou coletiva de imprensa hoje para atualizar informações sobre imunização Imagem: Divulgação/Governo de São Paulo

Henrique Sales Barros, Lucas Borges Teixeira e Rayanne Albuquerque

Do VivaBem, em São Paulo

30/06/2021 12h57Atualizada em 30/06/2021 14h38

O estado de São Paulo ultrapassou a marca de 50% dos adultos vacinados contra a covid-19 com pelo menos a primeira dose. Ao todo, 18,8 milhões de moradores do estado deram início ao ciclo de imunização, segundo o governo paulista —53% da população acima dos 18 anos.

O portal VacinaJá, do estado, informa que 18% dos adultos já estão completamente imunizados, com as duas aplicações da vacina ou com a vacina de dose única. Os dados foram destacados pelo governador João Doria (PSDB) hoje em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes.

Segundo o governo do estado:

  • Já são 6.342.063 moradores do estado com o esquema vacinal completo (13,7% da população total do estado), dos quais 171.891 tiveram imunização com dose única por meio da Janssen.
  • Entre os com a primeira dose de AstraZeneca, CoronaVac e Pfizer, foram 18.845.275 de moradores.

O estado iniciou hoje a vacinação de pessoas entre 40 e 42 anos. Este grupo será contemplado até 14 de julho. A partir do dia 15, começa o grupo de 35 a 39 anos.

Embora a equipe tucana tenha lançado um cronograma, as datas podem variar de acordo com a disponibilidade de imunizantes nos municípios. As prefeituras têm autonomia para a organização do calendário.

Pode haver nova antecipação, diz Doria

Na coletiva, Doria falou ainda sobre a possibilidade de uma nova antecipação do calendário. O governador afirmou que o assunto deverá ser debatido na reunião do PEI (Programa Estadual de Imunização) amanhã e poderá ser anunciado na semana que vem.

Regiane de Paula, coordenadora geral do PEI, confirmou a manutenção do calendário que prevê a vacinação de toda a população com 18 anos ou mais até o dia 15 de setembro, caso o Ministério da Saúde cumpra com a entrega das doses nos prazos previstos.

Calendário de imunização do estado de São Paulo - Reprodução - Reprodução
Calendário de imunização do estado de São Paulo
Imagem: Reprodução

À espera da Janssen

Doria cobrou ainda explicações do Ministério da Saúde sobre os motivos que impedem a distribuição dos 3 milhões de vacinas da Janssen doadas pelos Estados Unidos ao Brasil. A cota do estado deste contingente é de 678 mil.

O governo de São Paulo solicita ao Ministério da Saúde a imediata liberação de 3 milhões de doses de vacinas da Janssen que estão estocadas no depósito do ministério. Faço isso em nome de todos os governadores de estados brasileiros. Nós estamos no dia 30 de junho e as vacinas ainda não foram distribuídas ao PNI [Programa Nacional de Imunização].
João Doria, governador de São Paulo (PSDB)

Para Regiane, é importante que as vacinas da Janssen, doadas pelos EUA, cheguem aos brasileiros para que as promessas sobre "O dia da Esperança" se cumpram —o dia é uma referência ao 15 de setembro, data em que o governo espera terminar a aplicação da primeira dose à população adulta.

É um apelo de todos nós que trabalhamos diretamente com a vacinação. Lembrando que a vacina da Janssen é de dose única, então temos pressa. Quanto mais vacinas nós tivermos, melhor será a situação, menos filas teremos e a população terá acesso mais respeito a essas vacinas
Regiane de Paula, coordenadora do PEI

A coordenadora do PEI declarou que a capacidade de imunização dos municípios é grande, mas que são necessários 16 milhões de doses da vacina contra a covid-19 para que toda a população acima dos 18 anos receba a primeira dose.

Saúde