PUBLICIDADE

Topo

Sofre com sinusite ou rinite? Produtos para uma rotina mais saudável

Rinite e Sinusite em dias frios - Getty Images
Rinite e Sinusite em dias frios Imagem: Getty Images

Carol Fiacadori

Colaboração para o VivaBem

14/05/2021 04h00

As baixas temperaturas, típicas do outono e do inverno, chegaram e parece que vieram para ficar em algumas regiões do país. E o clima ameno é propício para novas alergias e pode desencadear doenças respiratórias. Fora isso, o tempo seco —comum nessa época do ano— é prejudicial às vias nasais, pode dificultar a respiração e agravar problemas como rinite e sinusite.

Segundo Tomás Filipe Pellegrini Lopes, médico otorrinolaringologista e especialista em otologia e neurotologia com foco em comunicação humana, nessas doenças há uma inflamação do nariz e dos seios da face. No entanto, a definição é genérica e diz respeito somente às condições como um todo. "Ao sermos preciosistas em uma classificação, existem diversos termos que precisam ser explicados", revela Lopes.

"No geral, quando falamos em rinite, nos referimos às inflamações causadas por fatores irritativos e alérgicos; enquanto, para sinusite, nos referimos à presença de um micro-organismo que causa o problema", explica o médico otorrinolaringologista. "Em outras palavras: rinite não é um quadro infeccioso, enquanto a sinusite é".

Por mais que ambos os diagnósticos sejam respiratórios, segundo Lopes, é importante identificar os causadores de cada doença. "Ao mesmo tempo em que a rinite é desencadeada por fatores como pó, poeira, pólen, pelo de animal, ácaro, mofo, produtos tóxicos etc.; a sinusite acontece quando há um vírus, bactéria, fungo ou protozoário inflamando a mucosa do nariz e os seios da face". Então, a principal diferença entre as duas é a relação da causa de cada problema.

Porém, como ambas resultam em inflamação, partilham de sintomas em comum: obstrução nasal, sensação de congestão, saída de secreção (rinorreia) e, por vezes, tosse. A pessoa também pode ter coceiras e espirros. "Mas, normalmente, esses dois sintomas são mais comuns em situações como rinite, principalmente as de origem alérgica."

Outro fator importante para diferenciar uma [doença] da outra é o que os médicos chamam de fatores associados. As sinusites, por serem quadros infecciosos, tendem a gerar sintomas sistêmicos, ou seja, mal-estar, prostração, dor no corpo e, às vezes, até febre. Lopes reforça que, ainda que essas sensações surjam, nem sempre revelam um quadro totalmente grave, que precise de tratamento com antibiótico, por exemplo.

O médico explica ainda que os vírus causam esses sintomas mais frequentemente do que as bactérias. "Dengue, gripe, covid e febre amarela, por exemplo, são todas doenças virais e, como sabemos, podem causar dor no corpo, mal-estar e febre", conta. "Isso provavelmente ocorre porque os vírus são partículas muito pequenas e se espalham pelo corpo com muito mais facilidade do que as bactérias", esclarece Lopes.

Prevenção

De acordo com Lopes, mesmo que os sintomas entre a sinusite e a rinite sejam semelhantes, os fatores de prevenção mudam —afinal, patologicamente, são dois diagnósticos. No entanto, há uma alternativa que pode ser utilizada em ambos os casos. "A lavagem nasal com soro fisiológico é a medida preventiva e terapêutica mais eficiente. Ela é tão eficiente que alguns autores dizem que se for para escolher entre lavar o nariz ou tomar qualquer remédio, lave o nariz".

Segundo o médico, para realizar o procedimento, é necessário encher uma seringa com soro fisiológico a 0,9% e injetar nas narinas com uma certa pressão. Lopes reforça que esse tipo de lavagem remove tanto as partículas que possam desencadear a rinite quanto micro-organismos que possam determinar infecções.

Ainda em termos de limpezas nasais, o médico recomenda o uso de um dispositivo chamado Lota ou Net Pot, que pode ser utilizado para substituir a seringa ou sprays de jato contínuo. "Ele lembra a lâmpada do Aladin, mas, ao invés de óleo, coloca-se soro ou água salinizada e verte-se com o bico introduzido na fossa nasal". Lopes reforça que essa prática é bastante utilizada na medicina ayurveda e que o objeto foi criado há milênios.

Mesmo que alguns objetos possam colaborar para a diminuição dos sintomas, Lopes reafirma que a prevenção também precisa envolver o âmbito da higiene ambiental, isto é, "remover do ambiente fatores que eventualmente irão desencadear o quadro, como pó e ácaros". Neste caso, a limpeza do ambiente domiciliar e laboral é imprescindível, assim como o uso de água e sabão para limpar superfícies. No entanto, Lopes alerta que produtos com cheiro forte tendem a piorar os quadros de rinite, assim como varrer o chão, por exemplo. "Ao varrer, as partículas de poeira se dispersam no ar, melhor usar um pano úmido".

Os cuidados domésticos, inclusive, não param por aí. O médico reforça que roupas de cama, colchão e travesseiros também costumam ser foco do problema, já que acumulam ácaros. "A solução para o colchão e travesseiros, por exemplo, é encapá-los com plástico ou utilizar fronhas impermeáveis".

Para quem sofre com rinite alérgica, Tomás Lopes também sinaliza que é importante ter cuidado com a higiene pessoal. Segundo o médico, perfumes, devido aos aromas, podem agravar as crises e, nesse caso, as opções neutras são as mais indicadas - assim como xampus, condicionadores e sabonetes.

Além disso, manter a casa arejada é essencial para evitar o mofo. "Existem produtos antimofo que absorvem a umidade do ar. Mas, se o problema for o oposto, isto é, ar muito seco, a solução são os umidificadores", sugere. "No mercado, ainda existem soluções de purificação do ar para remover partículas e micro-organismos, mas ainda não há muitos estudos que comprovem a eficácia clínica".

Em relação à sinusite, Lopes orienta que a prevenção é um pouco mais complicada e o acompanhamento médico é necessário. "Se você tiver um desvio de septo ou outra patologia anatômica, pode ser um fator que determina episódios recorrentes de sinusite. Neste caso, a correção cirúrgica pode ser necessária", sinaliza.

Diante dos esclarecimentos e das dicas do médico otorrinolaringologista, selecionamos alguns produtos que podem auxiliar na prevenção doméstica. Confira:

Aspirador nasal - Divulgação - Divulgação
Aspirador nasal da Lillo
Imagem: Divulgação

Aspirador Nasal infantil - Lillo

Preço: R$ 9,90

Desenvolvido para ajudar na tarefa de desobstrução das vias respiratórias do bebê e, com a compressão da bombinha, é possível realizar a aspiração da secreção do nariz de maneira delicada e eficaz.

Higienizador nassal - Divulgação - Divulgação
Higienizador nasal da Lota
Imagem: Divulgação

Higienizador nasal de cerâmica - Lota

Preço: R$ 84,30*

Como descrito pelo Dr. Tomás Lopes, o higienizador nasal é um tratamento alternativo e natural para doenças respiratórias, como sinusite, rinite e resfriados alérgicos. Ele deve ser utilizado com um soro fisiológico ou com água morna para limpar as vias nasais. Dessa forma, remove as placas de bactérias que ficam presentes nas cavidades, além de melhorar a oxigenação cerebral.

Desumidificador para armário - Divulgação - Divulgação
Desumidificador para armário da Gredene
Imagem: Divulgação

Desumidificador para armário - Ordene

Preço: R$ 13,90*

O objeto age diretamente em ambientes extremamente fechados, como armários e gavetas. Ele tem como função absorver o excesso de umidade e purificar peças que estejam repletas de ácaro ou poeira. Possui odor agradável e não interfere nos aromas da casa.

Desumidificador eletrônico - Divulgação - Divulgação
Desumidificador eletrônico
Imagem: Divulgação

Desumidificador anti-mofo eletrônico - Capte

Preço: R$ 50,45*

O aparelho reduz a umidade dos ambientes e consequentemente os efeitos prejudiciais que causa. É ideal para combater microorganismos como mofo, bolor e outras consequências causadas pela umidade. Pode ser utilizado em quartos, armários, closets, estantes, bibliotecas, sapateiras, acessórios, entre outros.

Desumidificador - Divulgação - Divulgação
Desumidificador da Relaxmedic
Imagem: Divulgação

Desumidificador Pure Ion Pro - Relaxmedic

Preço: R$ 1.349,90*

Assim como os produtos citados acima, esse desumidificador tem como função reduzir a umidade dos ambientes e amenizar os efeitos que ela causa. O aparelho é eletrônico e pode ser utilizado da forma mais adequada para cada ambiente - possui ajuste de intensidade de desumidificação, além de um reservatório com capacidade para 4 ou 5 litros de água e possui um gerador de íons negativos, que fortalecem o potencial do aparelho.

Umidificador - Divulgação - Divulgação
Umidificador de ar da WAP
Imagem: Divulgação

Umidificador de ar com difusor de aromas - WAP

Preço: R$ 132,91*

O aparelho melhora a qualidade do ar e ameniza os sintomas de resfriados e alergias, como tosse seca, espirros e congestão nasal. É silencioso e pode ser utilizado durante toda a noite, permitindo uma noite tranquila. O reservatório de água, com capacidade para quatro litros, proporciona até 12 horas de duração, com uso contínuo. Além disso, conta com iluminação colorida e pode ser utilizado como abajur.

Solução fisiológica - Divulgação - Divulgação
Solução fisiológica da Arboreto
Imagem: Divulgação

Solução fisiológica - Arboreto

Preço: R$ 7,79*

A solução fisiológica pode ser utilizada para limpar as vias nasais. Neste opção o produto é vendido com 100ml de conteúdo e é feito com cloreto de sódio de 0.9%.

Aspirador de pó - Divulgação - Divulgação
Aspirador de pó da Wap
Imagem: Divulgação

Aspirador de pó Silent Speed - Wap

Preço: R$ 192,17*

Com potência elétrica de 1000W e vácuo de 85MBar, o aspirador é um bom aliado para manter a casa limpa e livre de ácaros. Possui um sistema de 360 graus, que possibilita o alcance a lugares de difícil acesso. Além disso, é dois em um, ou seja, pode ser utilizado no formato vertical ou como aspirador de mão. É equipado com filtro HEPA, ou seja, que retém até 99.5% das micropartículas de sujeira.

MOP - Divulgação - Divulgação
MOP Spray da Flash Limp
Imagem: Divulgação

Mop spray - Flash Limp

Preço: R$ 74,80*

O mop é uma boa alternativa para substituir o rodo e a vassoura, na hora da limpeza. O modelo possui um spray que pode ser acionado facilmente, ou seja, liberando água ou produtos de limpeza, que auxiliam na hora da faxina. Ele possui um refil de microfibra lavável e um dispenser com 400ml de capacidade.

Capa de travesseiro - Divulgação - Divulgação
Capa de travesseiro impermeável da Fibrasca
Imagem: Divulgação

Capa de travesseiro impermeável - Fibrasca

Preço: R$ 34,90*

A capa de travesseiro é uma boa alternativa para proteger a peça contra ácaros, poeira e bactérias. Feita com malha dupla, é impermeável e não deixa que líquidos como água, suco ou vinho passem por ela. Ela atende o tamanho padrão dos travesseiros e ainda é feita com íons de prata, ou seja, uma nanotecnologia que age diretamente contra fungos.

Protetor de colchão - Divulgação - Divulgação
Protetor de colchão impermeável da Fibrasca
Imagem: Divulgação

Protetor de colchão impermeável - Fibrasca

Preço: R$ 69,00*

O produto une a tecnologia do tecido impermeável com a malha do revestimento, que proporciona uma proteção sem passagem de líquidos ou outras substâncias para o colchão. Ele protege contra ácaros, fungos e bactérias.

Seringa de 20ml - BD - Divulgação/Amazon - Divulgação/Amazon
Seringa 20ml
Imagem: Divulgação/Amazon

Seringa de 20ml - BD

Preço: R$ 1,24*

Com capacidade para 20ml, a seringa pode ser uma boa aliada durante a limpeza das vias nasais. Pode ser completada com soro fisiológico para uma higienização completa, ou, então, com uma solução caseira de água e sódio.

Uma dica: costuma fazer compras online? Assinar o Amazon Prime pode ser uma boa alternativa. Com primeiro mês de teste gratuito e depois por apenas R$ 9,90, você tem entrega grátis e rápida para diversas compras em qualquer lugar do Brasil.

* Os preços e a lista foram checados no dia 13/05/2021 para atualizar esta matéria. Pode ser que eles variem com o tempo.

O UOL pode receber uma parcela das vendas pelos links recomendados neste conteúdo. Preços e ofertas da loja não influenciam os critérios de escolha editorial.